Michele Vaz Pradella: O pendrive de Nina e outros mistérios de "Avenida Brasil" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Noveleiros04/04/2020 | 10h00Atualizada em 04/04/2020 | 10h00

Michele Vaz Pradella: O pendrive de Nina e outros mistérios de "Avenida Brasil"

Reta final da trama desvenda antigas lendas que rondavam a história

Michele Vaz Pradella: O pendrive de Nina e outros mistérios de "Avenida Brasil" Raphael Dias/TV Globo/Divulgação
Foto: Raphael Dias / TV Globo/Divulgação

A reprise de Avenida Brasil está na reta final e, assim como na primeira exibição, em 2012, a novela tem repercutido bastante nas redes sociais. Com a chance de rever a história de João Emanuel Carneiro, é o momento até mesmo de desmentir algumas "lendas" que rondaram a novela na época.

Uma das maiores críticas ao folhetim foi o fato de Nina (Débora Falabella) não ter armazenado as fotos comprometedoras de Carminha (Adriana Esteves) e Max (Marcello Novaes) em um pendrive. Em 2012, o objeto já era bastante utilizado e seria óbvio usá-lo como cópia de segurança.

Fim da polêmica

avenida brasil, pendrive nina, carminha, adriana esteves
Foto: TV Globo / Reprodução

Eis que, em cenas que foram ao ar alguns capítulos atrás, o "dito-cujo" apareceu em evidência. Sim, Nina tinha um pendrive, mas Carminha também conseguiu colocar as mãos nele, pondo fim aos planos da rival. Por que a cena passou batida há oito anos, jamais saberemos. A única certeza é de que Avenida Brasil continua sendo um fenômeno, furos e polêmicas à parte.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros