Adriana Esteves e Débora Falabella comemoram sucesso da reprise de "Avenida Brasil" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Noveleiros01/05/2020 | 10h00Atualizada em 01/05/2020 | 10h00

Adriana Esteves e Débora Falabella comemoram sucesso da reprise de "Avenida Brasil"

Intérpretes de Carminha e Nina puderam ser apenas telespectadoras da trama desta vez

Adriana Esteves e Débora Falabella comemoram sucesso da reprise de "Avenida Brasil" TV Globo / Divulgação/Divulgação
Foto: TV Globo / Divulgação / Divulgação

Com a palavra, as donas da história, ou melhor, as intérpretes de Nina e Carminha. Débora Falabella e Adriana Esteves fizeram as vezes de telespectadoras e se deliciaram com a reexibição de Avenida Brasil. Cada uma defende sua personagem com unhas e dentes.

Nina, por Débora

— A Nina é uma das protagonistas de novela mais diferentes do que eu já tinha representado e ao mesmo tempo mais real, mais parecida com a maneira como a gente lida com a nossa vida. Ninguém é perfeito, ninguém é só bom, ninguém é só ruim, ninguém toma atitudes maravilhosas o tempo inteiro, as pessoas erram. A Nina é uma personagem muito real por conta disso, ela erra, ela assume seus erros, ela tem um sentimento que é maior que ela, que a impede de seguir com a sua vida de uma forma serena e ela precisa resolver essa questão.

Como foi rever 

— Durante o processo da gravação da novela nós ficamos muito mais envolvidos com a produção, o que nos impede de assistirmos a novela de uma forma um pouco mais descompromissada. Como estamos no meio de um trabalho isso faz com que o nosso olhar para a novela seja um olhar mais profissional, mais ligado ao trabalho. Depois de quase oito anos que a novela foi exibida, assistir a novela novamente para mim é um deleite porque eu consigo separar um pouco mais as coisas e enxergar de uma maneira mais distanciada o trabalho que foi feito. Eu realmente me divirto mais assistindo a novela hoje, me divirto com as cenas que eu fiz, com cenas dos outros atores e com a trama da novela. Foi muito lindo acompanhar Avenida Brasil durante essa reexibição por conta disso, para poder assisti-la de uma forma distanciada e talvez com a sensação um pouco mais parecida que o público tinha quando assistia à novela — celebra a intérprete de Nina.

Carminha, por Adriana

— Carminha era uma personagem que mesmo falando as maiores atrocidades, conseguia ser vista e entendida com humor pelo público. Não posso dizer que fico com saudades dela porque ela jamais sairá de dentro de mim. Carminha foi um enorme presente que minha trajetória profissional me trouxe. Acho perfeita a escolha de João Emanuel para o final da personagem, a redenção. Nada nessa novela eu quis hora nenhuma que fosse diferente. Sou só aplausos a todos os envolvidos. Momento de enorme criatividade e talento de João e de toda equipe envolvida. Grande elenco, direção e equipe. Um enorme gol da televisão brasileira. Tenho orgulho master!

Como foi rever

— Fiquei impressionada como, depois de oito anos, a novela ainda mexe com as pessoas. Mesmo quem assistiu antes, consegue se divertir e se animar com a trama. Voltei a receber as mensagens de carinho e animação que as pessoas me mandavam na época da primeira exibição. É realmente uma novela fantástica! Sinto muito orgulho de ter feito parte dela — destaca a intérprete de Carminha.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros