Como ficam as celebrações em tempos de pandemia - Entretenimento

Versão mobile

 
 

92 Mais Mulher07/05/2020 | 09h38Atualizada em 07/05/2020 | 09h38

Como ficam as celebrações em tempos de pandemia

Quem faz aniversário nesta época usa a criatividade para comemorar

Como ficam as celebrações em tempos de pandemia Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Chaianne não deixou a data passar em branco Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal
Mariane Araújo
Mariane Araújo

Na sexta-feira passada, 1º de maio, foi meu aniversário. A comemoração foi completamente o oposto do que tinha planejado inicialmente: queria fazer festa, viajar ou inventar algo especial para marcar a chegada dos 30 anos ao lado das pessoas que amo. Porém, diante da pandemia de coronavírus, respeitei a recomendação do isolamento social. 

Na manhã do meu aniversário, meus pais passaram em frente ao condomínio em que eu moro, em Porto Alegre, mas não entraram: foi só uma passadinha para me verem de longe e entregar uns mimos. Que loucura não poder abraçá-los! Jamais imaginei viver um momento como este. 

No entanto, posso dizer com segurança que, apesar das adversidades, meu dia foi muito significativo, graças ao carinho da minha família e dos meus amigos, que enviaram, de alguma forma, mensagens positivas. 

Assim como eu, muitos leitores do DG e ouvintes da 92 estão celebrando seus aniversários e momentos especiais à distância e com todos os cuidados necessários, porque, afinal de contas, o importante é sentir o quanto somos importantes na vida de quem amamos. Isso não tem preço! 

Menos é mais

Para Sabrina Petersen, consultora de RH e psicóloga do Senac-RS, as comemorações contribuem para a manutenção da autoestima e proporcionam momentos de felicidade e bem estar nas relações.

— É hora de usar a criatividade e valorizar as coisas simples da vida. Com pequenos gestos, podemos gerar um bem enorme para uma pessoa que está do outro lado da tela — pondera a especialista, considerando que estamos bem mais conectados por meio da tecnologia, seja fazendo uma chamada de vídeo ou enviando uma mensagem pelo WhatsApp.

Com a palavra, nossas leitoras!

Perguntei para as integrantes do grupo 92 Mais Mulher, no Facebook, como foram as comemorações de aniversários durante o período de isolamento social. Confira alguns relatos fofos!

Chaianne Kowalsi, de Gravataí, fala sobre a comemoração de seus 30 anos:

"Também trintei no isolamento. Fiz aniversário em 21 de março. Tive de cancelar a comemoração, pois já estava arriscado se aglomerar. Comemorei em casa com pizza e bolo, apenas com a minha família, que mora comigo, e com o meu namorado, que não vejo mais desde então".

Ana Paula Moreira, de Cachoeirinha, conta sobre o aniversário do filho:

"Meu filhote, Nicholas, completou nove anos. Comemoramos, mas só nós quatro: ele, mamãe, papai e mano. Foi muito especial. Ele ficou feliz".

Nicholas adorou a festinhaFoto: Arquivo Pessoal

Débora Silva Chagas, de Gravataí, relata como foi a celebração do aniversário de sua mãe, Lúcia.

"Minha rainha completou 60 anos no dia 2 de maio. Foi simples, mas com muito amor".

92 Mais Mulher , Débora Silva
Simplicidade e alegria na celebração de LúciaFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

DEIXA EU TE CONTAR

Por um momento, cogitei deixar a data passar em branco, repensar as comemorações para o ano seguinte e seguir como se fosse um dia qualquer. Conclusão: ainda bem que não deixei para depois. A vida rola agora, e ninguém pode prever o que está por vir. Nem nos meus piores pesadelos imaginei estar enfrentando uma pandemia mundial. Lembre-se: você é única, especial e merece celebrar a vida, mas com todos os cuidados necessários, é claro.

Sozinha, mas celebrando a vidaFoto: Instagram / Reprodução


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros