Bianca Andrade, a Boca Rosa, fala sobre monogamia: "Pra mim não funciona" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Leve e solta22/06/2020 | 10h24Atualizada em 22/06/2020 | 10h24

Bianca Andrade, a Boca Rosa, fala sobre monogamia: "Pra mim não funciona"

Empresária e influenciadora digital abriu um pouco sobre sua vida pessoal e revelou como encara as relações, não só as amorosas, em entrevista

Bianca Andrade, a Boca Rosa, fala sobre monogamia: "Pra mim não funciona" Bianca Andrade Instagram / Reprodução/Reprodução
Bianca Andrade, a Boca Rosa, afirmou em entrevista que não gosta de rotular suas relações Foto: Bianca Andrade Instagram / Reprodução / Reprodução

A empresária e influenciadora digital Bianca Andrade, de 25 anos, conhecida na internet como Boca Rosa, foi uma das participantes do Big Brother Brasil 20. No reality, ela protagonizou diversas polêmicas, a mais repercutida delas sua "quase traição" dentro do programa. 

Em entrevista à revista Quem, publicada nesta sexta-feira (19), Bianca explicou que não funciona dentro de "relacionamento fechados" e discorreu sobre como enxerga suas relações - não só as amorosas:

— Amo minha liberdade, ser a Bianca 100% independente, sem nenhum tipo de posse ou ciúme. É impressionante ver como isso me rege. Com meus amigos e minha família, tudo é tão leve e livre que acho que meu relacionamento amoroso deve ser do mesmo jeito. Da mesma maneira, também não cobro, só que poucas pessoas conseguem amar uma mulher livre. Não é que eu não ame, eu amo, mas um relacionamento fechado não rola. Monogamia, pra mim, não funciona. Não tenho rótulos. Sou feliz desconstruída — afirmou ela.

No reality, a relação da blogueira com Guilherme Napolitano - participante que engatou um romance com outra sister, Gabi Martins -, foi encarada por boa parte do público como um triângulo amoroso. Em uma festa, Boca Rosa, inclusive, afirmou que desejava beijar o modelo. Quando foi eliminada, descobriu que seu namorado aqui fora, o músico Diogo Melim, decidiu terminar o relacionamento.

— Tenho muita vontade de construir família. Pode ser que amanhã eu mude de ideia, tenha um marido ou uma esposa. Mas hoje, quero ser mãe e vou ter meu filhinho criado por mim. Falo sobre a minha sexualidade abertamente, mas meus relacionamentos deixo como uma experiência minha. Sempre fui mais reservada com isso. Gosto de falar do meu trabalho e não quero desviar a atenção das pessoas. Quero que me enxerguem como uma mulher de negócios — disse ela.

Agora, a empresária vai retomar as atividades em seu canal do Youtube com o programa "Boca a Boca". Segundo ela, o quadro semanal contará com a participação de convidados e atrações musicais.

— Hebe é minha inspiração e, no programa, vou dar opiniões de uma maneira bem-humorada e que acredito que seja saudável. Vou tentar amenizar a tensão e trazer discussões sobre cultura do ódio, do cancelamento e da empatia — adiantou ela à publicação.

Por fim, Bianca ressaltou que, mesmo com a exposição que o programa teve em sua vida privada, ela prefere focar na rotina de trabalho:

— Não é fácil lidar com internet e tanta exposição, principalmente depois do BBB. O que me ajuda é o fato de trabalhar muito, com cronograma e sempre agenda cheia. Quando se tem boa fé, caráter e mangas arregaçadas, as coisas acontecem — concluiu.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros