Fátima Bernardes comemora os oito anos do "Encontro": "Foi evoluindo com a minha evolução" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Dia de assoprar as velinhas26/06/2020 | 10h35Atualizada em 26/06/2020 | 10h35

Fátima Bernardes comemora os oito anos do "Encontro": "Foi evoluindo com a minha evolução"

Durante a pandemia, programa segue ao vivo, mas sem plateia e com convidados por vídeo

Fátima Bernardes comemora os oito anos do "Encontro": "Foi evoluindo com a minha evolução" João Cotta/TV Globo,Divulgação
Fátima Bernardes no estúdio do "Encontro", que trabalha com equipe reduzida Foto: João Cotta / TV Globo,Divulgação
GaúchaZH
GaúchaZH

Parece que foi ontem que Fátima Bernardes deixou a bancada do Jornal Nacional para apostar no entretenimento. Porém, já faz oito anos que o Encontro está no ar, consolidado nas manhãs da Globo e responsável por dar início à carreira da jornalista na nova área. Desde o dia 25 de junho de 2012, mais de dois mil programas foram feitos, com a participação de aproximadamente 800 atrações musicais.

Palco para pautas diversificadas, o programa une famosos e anônimos para o debate de questões atuais e importantes, ligadas tanto ao factual quanto ao entretenimento.

— Ele foi evoluindo de acordo com a minha evolução também. Evolução no sentido de desligamento de uma tarefa e de uma função altamente jornalística de hard news no principal telejornal, para outra postura profissional que é dessa pessoa que se diverte com o público — avaliou Fátima em material divulgado pela Globo.

Público que, por enquanto, está longe fisicamente do palco do Encontro. Após um mês fora do ar no início da pandemia do coronavírus, o programa voltou à grade de programação mantendo o formato ao vivo, mas com cuidados redobrados, equipe reduzida e sem plateia. 

— Quando a gente estava para voltar, isso era uma grande incógnita. Hoje, a gente já naturalizou isso, brincamos que é o nosso “sofá virtual”. A gente vai se adaptando — disse a apresentadora sobre a ausência de público.

No estúdio, a única companhia de Fátima é a do jornalista André Curvello, que, segundo Fátima, “divide uma bola” para entrada de convidados no telão, através de participações por vídeo. Outra pessoa agregada ao programa foi Ana Maria Braga que, com o Mais Você suspenso, passou a participar do Encontro relembrando receitas práticas já exibidas em seu programa.

— O programa segue o conceito de discutir temas relevantes e atuais, e mesmo num formato adaptado, mantém o DNA que junta anônimos e famosos numa mesma roda de conversa — disse o diretor geral Alexandre Mattoso.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros