Fábio Porchat revela detalhes da retomada do "Que História É Essa?": "Todo mundo vestido de cientista maluco" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Novos protocolos30/07/2020 | 12h38Atualizada em 30/07/2020 | 13h00

Fábio Porchat revela detalhes da retomada do "Que História É Essa?": "Todo mundo vestido de cientista maluco"

Programa de contação de histórias do GNT retorna em formato remoto

Fábio Porchat revela detalhes da retomada do "Que História É Essa?": "Todo mundo vestido de cientista maluco" Juliana Coutinho/Divulgação GNT
Novo cenário: convidados entram pelo telão em pequenas bolinhas Foto: Juliana Coutinho / Divulgação GNT

A segunda temporada do Que História É Essa, Porchat? tinha recém estreado, em março, quando o coronavírus começou a avançar pelo Brasil. Assim como outros programas de entretenimento, a atração comandada por Fábio Porchat no canal GNT foi suspensa. Quase cinco meses depois, Porchat retomou as filmagens no “novo normal”: ele, praticamente sozinho no estúdio, agora é rodeado pela plateia e pelos convidados que se fazem presentes no local por chamada de vídeo.

— Será uma “re-restreia" — brincou Porchat durante coletiva virtual nesta quarta-feira (29), falando sobre o retorno da atração a partir da próxima terça (4), às 22h30min.

O programa de contação de histórias de Porchat inaugurará um novo modelo de formato remoto para a TV. Três grandes telões foram instalados no espaço onde ficava a plateia. Através deles, os participantes entram de forma remota dentro de bolinhas, e não por quadrados, já comuns em outras atrações como Papo de Segunda e Conversa com Bial:

— Eu queria manter tudo em volta, queria continuar no formato arena. A gente foi destrinchando de que forma poderíamos ter essa sensação de que está todo mundo em volta mesmo. Pensamos em tentar manter o clima do programa. Não tem o calor humano, mas a plateia está ali, assistindo — comentou. 

Mudanças nas gravações 

Para retomar as filmagens em estúdio, diversos protocolos de segurança foram adotados, que incluem medição de temperatura e testes de covid-19. Porchat compartilhou que apenas uma pessoa da equipe do programa fica no local. As cerca de 10 pessoas dos bastidores ficam totalmente paramentadas:

— É sapatilha de dentista, é aquela roupa branca, touca, máscara. Todo mundo vestido de cientista maluco. O meu figurino foi provado em casa e fica higienizado em um saco plástico no camarim. Fiz um tutorial com meu maquiador e eu já chego maquiado na Globo. Vou de máscara até o centro do palco e só tiro para começar a falar — contou. 

O rigor em seguir as novas regras de higiene e segurança não determina só uma nova rotina, mas também afeta o ritmo de trabalho.

— O programa me consome muito mais. Antes eu gravava dois por dia, quase três. Hoje tem que gravar um só porque toma muito tempo. É um desgaste emocional — disse Porchat. 

Fábio Porchat<!-- NICAID(14354313) -->
Antes da pandemia, Porchat recebia convidados e plateia no estúdio para compartilhar históriasFoto: Juliana Coutinho / Divulgação

Dificuldades do novo formato

Porchat garante que as histórias contadas online serão ouvidas perfeitamente pelo público. Porém, para chegar a esse nível, foram feitos diversos testes durante as gravações. Um dos principais obstáculos, segundo o apresentador, foi justamente a dificuldade técnica. Os convidados receberam kits com celular e equipamentos higienizados para melhorar a qualidade da transmissão. 

— Se a gente houve a historia picotada, o programa naufraga. A única certeza até agora é que a internet brasileira realmente precisa de melhoras. É curioso como cai, como trava. Ttem todo um malabarismo da parte técnica — falou o apresentador.

Até o momento, 10 programas do Que História É Essa, Porchat? foram gravados. No total, serão 17. O capítulo de estreia terá Leandro Hassum, Rodrigo Hilbert e Fafá de Belém. Nomes como Linn da Quebrada, Sandra Annenberg, Antônio Fagundes, Emílio Dantas e Alexandre Nero também devem aparecer.

Exibição na TV aberta

O apresentador revelou, na coletiva, que 10 episódios da primeira temporada, exibida no GNT em 2019, serão transmitidos pela primeira vez na Globo a partir de outubro, assim como foi feito com o Lady Night, talk show de Tatá Werneck para o Multishow. A data de estreia ainda não foi divulgada.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros