"Flor do Caribe" será reprisada no lugar de "Novo Mundo" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

De 201329/07/2020 | 10h58Atualizada em 29/07/2020 | 10h58

"Flor do Caribe" será reprisada no lugar de "Novo Mundo"

Folhetim entra na faixa das seis após o fim da trama imperial

"Flor do Caribe" será reprisada no lugar de "Novo Mundo" rafael sorín/TV Globo/Divulgação
Cassiano (Henri Castelli) e Ester (Grazi Massafera), em cena de "Flor do Caribe" Foto: rafael sorín / TV Globo/Divulgação
Folhapress e GaúchaZH

Ainda sem previsão de quando retomará as gravações de novelas, a Globo anunciou nesta terça-feira (28) a reprise de Flor do Caribe (2013), que deverá substituir Novo Mundo a partir de agosto, na faixa das seis. A informação foi confirmada pela Comunicação da emissora a GaúchaZH.

Escrita por Walther Negrão, Flor do Caribe teve Grazi Massafera como a protagonista Ester, que é uma guia turística em Vila dos Ventos, no Rio Grande do Norte, formando um triângulo amoroso ao lado de seus dois amigos de infância, Cassiano (Henri Castelli) e Alberto (Igor Rickli).

Para a faixa das nove, a Globo já tinha anunciado, na última semana, o retorno de A Força do Querer (2017) para quando terminar a reprise de Fina Estampa. Esse plano, no entanto, pode ter mudanças, já que a escritora Fabiana Escobar, que inspirou a história da personagem Bibi Perigosa, tenta barrar a exibição na Justiça.

Na faixa das sete, Haja Coração substitui Totalmente Demais, a partir de outubro. O folhetim de 2017 mostra uma nova versão, escrita por Daniel Ortiz, para a novela Sassaricando, criada por Sílvio de Abreu, em 1987. Mariana Ximenes é quem dá vida à feirante atrapalhada Tancinha, protagonista da trama.

Vale lembrar que a adaptação da grade de novelas tem dado certo para a emissora. A novela Fina Estampa, por exemplo, tem mostrado que foi uma boa escolha para ser reprisada. Nos três primeiros meses, a trama de Aguinaldo Silva, elevou em dois pontos (7%), a audiência registrada entre janeiro e 15 de março. Com isso, chegou a 31 pontos no Painel Nacional de Televisão (PNT), do Ibope — cada ponto equivale a 254 mil domicílios.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros