Depilação: o que você precisa saber sobre as técnicas mais comuns - Entretenimento

Versão mobile

 
 

92 Mais Mulher13/08/2020 | 09h54Atualizada em 13/08/2020 | 09h54

Depilação: o que você precisa saber sobre as técnicas mais comuns

Conforme o tipo de pele ou resultado esperado, há técnicas diversas para se livrar dos pelos

Depilação: o que você precisa saber sobre as técnicas mais comuns Romolo Tavani/stock.adobe.com
Pra quem gosta da pele lisinha, há várias opções Foto: Romolo Tavani / stock.adobe.com
Mariane Araújo
Mariane Araújo

Se você é do time que não dispensa a depilação, deve saber que existem diversas técnicas disponíveis no mercado, desde a modalidade definitiva, com a utilização de laser, até métodos mais comuns. 

Conheça um pouco mais sobre alguns procedimentos e escolha o mais adequado para o seu caso. Sônia Oliveira, professora dos cursos de beleza do Senac-RS, destaca alguns pontos importantes sobre o assunto. Confira!

O importante é não agredir a sua pele!Foto: Germano Rorato / Agência RBS

Vantagens e desvantagens de cinco métodos

1) Cera

A profissional ressalta que as ceras não costumam causar danos à pele, mas é importante saber qual é a mais indicada para cada caso.

Quente – Muito usada no rosto e no corpo, sendo que existe uma específica para a face: com anestésico, de baixa tração, elástica e utilizada em temperatura branda. O calor facilita a remoção dos pelos, pois os poros da pele ficam dilatados. A manutenção deve ser feita a cada 20 ou 30 dias.

Fria – Além de a aplicação ser mais dolorosa do que a da cera quente, pois a ausência de calor não ajuda a dilatar os poros, pode provocar manchas, escurecimento da pele e pelos encravados. Mas pode ser uma opção para quem é sensível ao calor. Após 20 dias, os pelos voltam a aparecer.

Hidrossolúvel – Mais indicada para depilar o corpo. Além de retirar os pelos com eficácia, a remoção da mesma é feita com água.

2) Aparelho roll-on

Técnica indicada somente para regiões sem flacidez, como pernas, tórax e costas. O uso desse método em áreas flácidas pode causar hematomas e machucar a pele. No rosto, pode acelerar o surgimento de rugas e marcas de expressão. Os pelos precisam ter o tamanho mínimo de um centímetro de comprimento para que a técnica seja aplicada adequadamente. O intervalo é de 20 a 30 dias.

3) Linha (egípcia)

Depilação feita com linha, de poliéster ou algodão, muito indicada para o rosto, principalmente para quem é alérgico a ceras. Retira os pelos pela raiz e é indicada para fios curtos e finos. Não é dolorida, pois a linha puxa somente o pelo e não a pele. O intervalo é de 20 a 30 dias.

 4) Lâmina

pesar de ser totalmente contraindicada pelos especialistas, se for recorrer à lâmina, ela deve acompanhar o sentido do crescimento do pelo. Também é importante evitar o contato direto da lâmina sobre a pele, sem antes passar uma espuma. Desvantagens: além de ser agressiva, os pelos crescem rapidamente e ainda causa escurecimento da pele. Além disso, pode causar pelos encravados e foliculite (infecção de pele que se inicia na raiz do pelo). 

5) Creme depilatório

O produto dissolve a haste do pelo, mas não atinge a raiz. Pode provocar manchas e alergias. É importante seguir as instruções e testar em uma região antes de aplicá-lo. O procedimento dura cerca de 10 minutos, o que o torna um método caseiro atraente. Não deve ser utilizado em peles manchadas, machucadas, irritadas ou com sensibilidade. Os pelos voltam a crescer depois de dois a três dias.

Dica de especialista 

Para que os pelos não encravem, Sônia indica que seja feita uma esfoliação 24 horas antes da depilação. Se houver a utilização de cera, a aplicação do produto precisa ser feita rigorosamente no sentido do pelo para evitar que ele encrave. Além disso, ela recomenda que o procedimento seja feito por um profissional.

Cuidados 

Lembre-se de que, em tempos de pandemia, os cuidados devem ser redobrados ao frequentar salões de beleza e estéticas. Algumas exigências são necessárias para manter a segurança de todos.

— A cera precisa ser descartável, a depiladora tem que usar equipamentos de proteção e a higienização com álcool gel é imprescindível. A maca deve estar coberta com lençol descartável — explica Sônia.

DEIXA EU TE CONTAR

Se tem uma pergunta que me deixa incomodada é: "Sua depilação está em dia?". Sinto vontade de responder com outro questionamento: "Quem disse que sou obrigada a me depilar?". É um assunto tão íntimo que, para muitas mulheres, acaba se tornando um tabu, pela falta de noção de algumas pessoas, que se sentem no direito de julgar e dizer o que é certo ou errado. Estamos em 2020, você pode fazer suas escolhas. Relaxe e seja feliz do jeito que se sentir mais confortável, com ou sem depilação.

#LookDaMariAraújo

Vestido curto, médio ou longo: não importa! Há sempre um par de tênis ideal para combinar com a peça. A ideia é misturar mesmo, sem medo, e investir nessa tendência para arrasar no conforto e estilo.

Vestido vai bem em qualquer ocasiãoFoto: Reprodução / Instagram


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros