Marina Ruy Barbosa rebate Walcyr Carrasco sobre corte de cabelo em "Amor à Vida": "Não queria sensacionalismo" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Treta nos bastidores21/08/2020 | 08h59Atualizada em 21/08/2020 | 08h59

Marina Ruy Barbosa rebate Walcyr Carrasco sobre corte de cabelo em "Amor à Vida": "Não queria sensacionalismo"

Em publicações nas redes sociais, atriz deu a entender que a doença da personagem não era tratada com a devida responsabilidade na trama

Marina Ruy Barbosa rebate Walcyr Carrasco sobre corte de cabelo em "Amor à Vida": "Não queria sensacionalismo" TV Globo/Divulgação
Depois de morrer, Nicole seguiu na novela como uma fantasma Foto: TV Globo / Divulgação
GaúchaZH
GaúchaZH

Marina Ruy Barbosa rebateu Walcyr Carrasco após o autor afirmar, na última terça-feira (18), que teve de matar a personagem Nicole, de Amor à Vida (2013), porque a atriz desistiu de raspar o cabelo. Segundo o autor, Marina não teria avisado com antecedência sobre sua decisão, tendo o obrigado a alterar o enredo em apenas cinco dias.

No Twitter, a atriz explicou que recusou mudar o cabelo pois "não queria só o sensacionalismo". Ela afirmou que ficaria careca se isso "valesse a pena", dando a entender que o autor não tratava o câncer da personagem com a devida responsabilidade.

Marina explicou que a decisão foi tomada em conjunto com a produção da novela: "Do lado de cá, com as informações que eu tinha, de uma coisa estava certa: como atriz, não queria só o sensacionalismo. E como menina/mulher aos 17 anos, só valeria a pena se fosse pra tratar da doença com muito respeito e atenção, e fazer uma ação social sobre câncer linfático. Após uma longa conversa com a direção da emissora da época, chegamos juntos a essa conclusão, de que não fazia sentido pela forma como tudo estava sendo tratado."

A atriz ainda criticou o ambiente de trabalho da novela. Segundo ela, a hierarquia da produção a impediu de conversar com autor. 

Em uma live promovida pela revista Caras, Walcyr afirmou que havia feito um acordo com a atriz de que ela rasparia o cabelo com o desenrolar da história. Ele disse que, se soubesse que Marina não cortaria mais os cabelos, teria conduzido a trama de forma diferente. 

— Na minha história, a personagem dela já estava à beira da morte. Não tinha mais jeito, porque eu teria que desfazer toda a história já escrita, o que não é o problema. Falaram: "O Walcyr ficou com preguiça". Não, não ficou com preguiça — destacou.

Depois de morrer, Nicole seguiu na novela como uma fantasma que assombrava outros personagens.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros