Guri de Uruguaiana desabafa: "Que saudade de um espeto corrido!" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Só se  fala noutra coisa!05/09/2020 | 07h00Atualizada em 05/09/2020 | 07h00

Guri de Uruguaiana desabafa: "Que saudade de um espeto corrido!"

Gaudério ainda conta algumas curiosidades sobre as churrascarias

Guri de Uruguaiana desabafa: "Que saudade de um espeto corrido!" Artebiz/Divulgação
A gente era feliz e não sabia! Foto: Artebiz / Divulgação

Buenas, chê! Alguém sabe qual é o lugar mais adorado pelos gaúchos? Eu respondo: é a churrascaria! O famoso espeto corrido é praticamente um templo da felicidade para nós. Eu estou tão pobre que, ultimamente, o mais próximo que  chego de um churrasco é quando como macarrão instantâneo com sabor de picanha. Antes de ir na churrascaria, fico, pelo menos, uns dois dias sem comer, que é para dar prejuízo para o dono do lugar. 

Nas churrascarias, hoje em dia, há de tudo: lasanha, ovo de codorna, massa… Mas o pior é quando servem sushi no espeto corrido. Que sacrilégio! Isso deveria ser considerado um crime. Se sushi fosse bom, não precisaria de shoyu para temperar. 

Há vários tipos de garçom na churrascaria: o estabanado, que derruba tudo, ou ainda aquele que te ignora e passa reto. Bah, que raiva! O garçom popstar é quem serve a picanha: quando entra no recinto, todo mundo fica de olho. Mas quem sofre é o vivente que traz o cupim. Esse sofre mais do que joelho de freira em Semana Santa. Também tem aquele que faz o 

estilo pão-duro: te serve só uma lasquinha! Em compensação, existe o garçom generoso: o cliente pede uma lasca, e ele te larga um naco de 400 gramas de carne. 

Estratégia

Chega no fim do rodízio, os viventes já estão com “depressão pós-prato” e uma fincada de felicidade no ventrículo esquerdo do coração. Porém, o gaúcho não se entrega jamais. É só soltar um ponto da guaiaca e um botão da bombacha para abrir espaço para a sobremesa, que, normalmente, é um sagu com creme. Coisa bem boa!

Solidariedade em pauta

coluna do guri de uruguaiana, 5 e 6 de setembro de 2020<!-- NICAID(14584352) -->
Não vai ficar fora dessa, vivente!Foto: Artebiz / Divulgação

Para celebrar o Mês Farroupilha, neste domingo, vai ocorrer a Live Solidária Apae RS, uma apresentação que será transmitida diretamente do Poa Drive-in Show

O evento vai contar com as participações de Baitaca, Tchê Barbaridade, Luiz Carlos Borges, Renato Borghetti, Dorotéo Fagundes, Gaudêncio e eu, claro, que não poderia ficar fora dessa! 

Doações

As doações serão feitas por meio da compra de um certificado de contribuição, que custa R$ 20, pelo site livesolidariaapae.com.br. Para incentivar as doações, no dia da live, será sorteado um grande prêmio: um automóvel Fiat Toro. Cada certificado terá uma numeração, através da qual o comprador estará concorrendo aos prêmios. Quanto mais números forem adquiridos, maior a contribuição solidária e as chances de ganhar. Quer assistir à live? Então, é só acessar: youtube.com/jairkobe.

Causos da Fronteira

Este causo ocorreu em um bolicho que fica perto de Uruguaiana. Dois gaudérios bem baguais entraram no bar. No fundo do estabelecimento, um baixinho só observava.O primeiro gaudério, xucro uma barbaridade, falou: 

– Garçom! Uma cerveja, senããão…

O moço correu para servir logo a bebida.

O outro guasca, mais grosso do que parafuso de patrola, disse:

– Garçom! Mais uma cerveja gelada, senããão…

Ele se apressou novamente para atender o cliente.

Vendo aquilo, o baixinho se empolgou. Chamou o garçom e, com a voz mais firme possível, falou:

– Garçom! Uma cerveja GE-LA-DA, senããão...

O atendente, bem indignado, respondeu:

– Senão, o quê?

– Ah... Senão, pode ser um refri! – disse o baixinho.

Que barbaridade!

Tirinha

Foto:


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros