Luísa Sonza reclama do significado de "mulher solteira" em dicionário  - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Após polêmica14/09/2020 | 08h25Atualizada em 14/09/2020 | 14h26

Luísa Sonza reclama do significado de "mulher solteira" em dicionário 

Cantora gaúcha publicou críticas em seu perfil do Instagram neste sábado; na última semana, Anitta também havia se manifestado sobre a definição de "patroa" no Google

Luísa Sonza reclama do significado de "mulher solteira" em dicionário  Ernna Costa/Divulgação
A cantora Luísa Sonza Foto: Ernna Costa / Divulgação

A cantora Luísa Sonza usou suas redes sociais neste sábado (12) para criticar o principal significado apresentado pelo Google para o termo "mulher solteira". Após fazer a busca da expressão no site, a gaúcha compartilhou com seus seguidores uma reprodução de tela que mostra primeiro resultado mostrado pelo portal:

"Mulher solteira segundo o Google e o Brasil", escreveu ela.

Quando a busca por "mulher solteira" é feita no Google, o primeiro resultado sugerido é a definição do dicionário Oxford Languages, um dos parceiros do site de buscas. Segundo a definição do Oxford Languages, o termo seria "pejorativo" e se referiria a uma "prostituta ou meretriz".

Luísa vem recebendo ataques virtuais desde que se separou do youtuber Whindersson Nunes, em abril deste ano. No final da última semana, ela assumiu o romance com o cantor Vitão, com quem havia gravado uma parceria musical para o videoclipe de Flores, lançado no Dia dos Namorados.

Na manhã desta segunda-feira (14), o Google se pronunciou sobre a crítica da artista.

Significados pejorativos

Na última semana, a cantora Anitta também se manifestou sobre o significado pejorativo apresentado para definir um termo feminino nas buscas do Google. A artista se revoltou ao ver que "patroa" era definido como "mulher do patrão" e dona de casa". Por outro lado, a busca por "patrão" resulta, segundo o dicionário, em "proprietário ou chefe de um estabelecimento privado comercial, industrial, agrícola ou de serviços, em relação aos seus subordinados; empregador".

— Que isso, mano? Patroa é a mesma coisa que está escrito lá no patrão. Dona e proprietária do cac*** que eu quiser. Mano do céu, inacreditável. Não estou acreditando que isso está no nosso dicionário — afirmou.

Após as críticas, o Google se pronunciou. Em nota, o portal explicou que trata-se da definição proposta por um dicionário parceiro - no caso, o Oxford Languages, o mesmo que gera o resultado condenado por Luísa - e se prontificou a notificar a empresa sobre o conteúdo. Veja o comunicado:

"Quando as pessoas pesquisam por definições de palavras na Busca, frequentemente, elas desejam informações de maneira rápida. Por isso, trabalhamos para licenciar conteúdos de dicionários parceiros, neste caso da Oxford Languages. Embora não tenhamos controle editorial sobre as definições fornecidas por nossos parceiros, agradecemos as preocupações dos usuários e já transmitimos ao responsável pelo conteúdo. A Oxford Languages está trabalhando para garantir que todas as informações sejam apropriadas".

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros