Michele Vaz Pradella: Semana de aplaudir os talentos da nossa dramaturgia - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Noveleiros12/09/2020 | 10h00Atualizada em 12/09/2020 | 10h00

Michele Vaz Pradella: Semana de aplaudir os talentos da nossa dramaturgia

Entre reprises e produções inéditas, atores dão show de atuação

Michele Vaz Pradella: Semana de aplaudir os talentos da nossa dramaturgia TV Globo/Divulgação
"Amor e Sorte" brindou o público com a atuação das Fernandas Foto: TV Globo / Divulgação

A semana foi intensa para quem gosta de boa dramaturgia. Entre produções inéditas e reprises, não faltaram momentos emocionantes.

A grande estreia foi a série Amor e Sorte, criada pelo gaúcho Jorge Furtado. No primeiro episódio,  na terça-feira, atuaram "apenas" Fernanda Montenegro e Fernanda Torres nos papéis principais. 

Escrita, produzida e filmada durante o isolamento social, a história tinha nos bastidores o genro, Andrucha Waddington, e os netos de Fernandona. O resultado foi uma avalanche de lágrimas e risos do lado de lá e de cá. Que prazer ver essa dupla contracenando. Ao final do episódio, o que fica é o orgulho de morar no mesmo país desses talentos. Sofremos com as mazelas do Brasil, mas temos Fernandona e Fernandinha, o suficiente para nos fazer esquecer um pouco do resto e aplaudi-las de pé. E não se esqueçam: "Cada dia conta".

Túnel do tempo

03.04.2000 - CARLOS IVAN - TV EXCLUSIVO - LAÁOS DE FAM´LIA - TONY RAMOS - ATOR - Fonte: AG Fotógrafo: CARLOS IVAN
Foto: Ver Descrição / Ver Descrição

Outra experiência quase mística foi rever Laços de Família (2000), de volta no Vale a Pena Ver de Novo. Passados 20 anos, continuo tendo em Miguel meu personagem favorito. Mérito de Tony Ramos que nos transmite tanto e com tamanho brilho que nem é possível piscar. Um salve a esses talentos que têm nos feito companhia em tempos difíceis.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros