Youtuber Júlio Cocielo vira réu acusado de racismo - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Justiça16/09/2020 | 09h13Atualizada em 16/09/2020 | 09h13

Youtuber Júlio Cocielo vira réu acusado de racismo

 Em 2018, ele pediu desculpas por comentários sobre o jogador de futebol Mbappé

Youtuber Júlio Cocielo vira réu acusado de racismo Youtube / Reprodução/Reprodução
Além de multa, promotores pedem quebra do sigilo bancário do youtuber Foto: Youtube / Reprodução / Reprodução
GZH
GZH

O Ministério Público de São Paulo aceitou a denúncia de racismo contra o youtuber Júlio Cocielo por causa de postagens feitas pelo influenciador entre 2 de novembro de 2011 e 30 de junho de 2018, em sua maioria via Twitter. As informações são do G1.

A decisão foi da juíza Cecilia Pinheiro da Fonseca, titular da 3ª Vara Criminal do Fórum Criminal da Barra Funda. No Brasil, racismo é crime imprescritível, com pena de dois a cinco anos de prisão. Em até 10 dias, Concielo deve apresentar sua defesa e testemunhas do caso.

As acusações de racismo contra o youtuber ganharam os holofotes em junho de 2018, quando ele disse que o jogador de futebol francês Mbappé "conseguiria fazer uns arrastões top na praia". 

Leia mais
Júlio Cocielo faz vídeo pedindo desculpas por comentário racista
Após comentário racista, youtuber Júlio Cocielo perde parcerias com marcas

Na época, Cocielo chegou a pedir desculpas por sua atitude, após uma onda de críticas e perda de seguidores e de patrocínios, que envolviam marcas como Coca-Cola e Itaú

No período, o influenciador também apagou milhares de publicações antigas no Twitter, em meio ao escrutínio público. Em vídeo, afirmou que se envergonhava do que tinha compartilhado nas redes sociais:

— Hoje, eu leio tudo aquilo que postei e me sinto envergonhado. Foram coisas absurdas [...] Aceito todas as consequências. Porque fui imaturo, fui irresponsável. Eu era completamente diferente da pessoa que sou hoje.

Em 2018, o youtuber contava com 16,8 milhões de inscritos em seu canal CanalCanalha. Agora, os números chegam a 19,9 milhões, além de 6,28 milhões em seu canal pessoal. Seus vídeos ultrapassam frequentemente a maca dos milhões de visualizações. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros