Há risco de gravidez mesmo sem penetração? - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo21/10/2020 | 15h49Atualizada em 21/10/2020 | 15h49

Há risco de gravidez mesmo sem penetração?

É importante usar, além da camisinha, um outro método de contraconcepção, como a pílula

Há risco de gravidez mesmo sem penetração? Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Durante as preliminares, o meu namorado gozou perto da minha vagina. O sêmen foi para os lados, mas tenho quase certeza de que respingou na minha calcinha de renda. Além disso, eu estava ovulando. É possível engravidar dessa forma? 

Recebemos muitos e-mails com questões semelhantes a essa. É importante tirar dúvidas e continuar buscando informações, porque, só assim, passamos a entender a importância de praticar sexo seguro.

O método mais eficaz para prevenir uma gravidez indesejada ou doenças sexualmente transmissíveis (DST´s) sempre será o conhecimento do funcionamento do processo da reprodução.

Então, querida leitora, quando pensarem em ter uma relação sexual, mesmo que sem penetração, procurem usar, além da camisinha, um outro método de contraconcepção, como a pílula.

Leia outras colunas

Camisinha sempre!

Por que a camisinha deve ser usada desde o começo das preliminares? Quando o homem começa a ficar excitado, saem gotas de lubrificação do pênis. Esse líquido já pode conter espermatozoides. Então, não adianta pensar em só colocar o preservativo no momento da penetração. Durante as preliminares, se o pênis ficar muito próximo da vagina ou se a mão tocar no órgão e, depois, na sua região íntima, já pode haver algum risco de gravidez.

Lembre-se de que calcinha não funciona como barreira para o sêmen da mesma forma que o látex da camisinha. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros