Por que há preconceito em relação ao prazer anal? - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo22/10/2020 | 15h45Atualizada em 22/10/2020 | 15h45

Por que há preconceito em relação ao prazer anal?

Explorar várias regiões do corpo é um estímulo a mais na relação

Por que há preconceito em relação ao prazer anal? Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Sou homem e sinto muito tesão com o toque no ânus. Isso é normal?

Caro leitor, você é um homem que conhece o seu corpo e suas zonas erógenas – áreas em que o indivíduo sente mais prazer. Sim, sentir prazer na região anal é completamente normal.

Durante muito tempo, as pessoas pensavam que os homens só podiam sentir prazer por meio do toque no pênis. Aos poucos, eles foram se permitindo buscar e ampliar as descobertas por mais pontos que, se estimulados, também proporcionam prazer. O toque suave nos mamilos, no abdômen e no ânus são alguns desses estímulos que deixam os homens com mais tesão e os ajudam a manter a ereção.

Leia outras colunas

Tabu

O problema é que a estimulação do ânus está ligada ao preconceito em relação ao prazer homossexual. Esse é um dos grandes tabus da sexualidade masculina. Na região anal, está localizada a próstata, logo na entrada do ânus. Quando tocada e massageada, essa área produz uma sensação de intensa excitação, que, em alguns homens, pode levar ao aumento do volume do sêmen ejaculado e até melhorar a qualidade da ereção. Esse toque pode ser feito com o dedo, mas a próstata também pode ser massageada por fora, por meio do períneo (região do corpo entre a parte de baixo do saco escrotal e o ânus).

Então, caro leitor, todos os homens podem sentir esse prazer. Porém, só alguns se permitem.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros