Kaysar celebra vitória de "Órfãos da Terra" no Emmy: "É preciso mais empatia por refugiados" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Sucesso26/11/2020 | 10h16Atualizada em 26/11/2020 | 10h16

Kaysar celebra vitória de "Órfãos da Terra" no Emmy: "É preciso mais empatia por refugiados"

Ator fez o papel do vilão Fauze no folhetim assinado por Duca Rachid e Thelma Guedes

Kaysar celebra vitória de "Órfãos da Terra" no Emmy: "É preciso mais empatia por refugiados" Paulo Belote/TV Globo/Divulgação
Kaysar como Fauze em "Órfãos da Terra" Foto: Paulo Belote / TV Globo/Divulgação
GZH
GZH

A vitória da novela Órfãos da Terra no Emmy na segunda-feira (23) também empolgou o ex-BBB Kaysar Dadour. No folhetim assinado por Duca Rachid e Thelma Guedes sobre refugiados sírios, ele estreou como ator no papel do vilão Fauze.

— Muito importante dar voz aos refugiados, o assunto é muito sério. Até hoje tem milhares de pessoas fugindo de seus países para sobreviver. É viver ou morrer. Espero também que as pessoas tenham mais empatia com um refugiado, elas precisam entender o por que dele estar naquela situação. Ele foi obrigado a sair do país dele, não foi escolha — acredita Kaysar, em entrevista ao UOL.

Vindo do país asiático em 2014, Kaysar conta que a novela "significa muito" em sua vida, já que fala exatamente sobre a realidade que enfrentou. 

— Foi complicado para mim porque eles criaram um campo de verdade na novela, foi muito pesado, real. Mexeu muito com a minha memória, mas no fim deu tudo certo — relembra o ator.

Ao longo do enredo, o personagem do ex-integrante da edição 2018 do Big Brother Brasil inicia como mocinho e termina como vilão. A transformação foi um exercício trabalhoso.

— Tive muito apoio de toda a equipe. Mas interpretar Fauze foi um grande desafio porque o personagem era um vilão de cara fechada. Muito diferente de mim. Estudei muito, tive muita preparação — agradece Kaysar.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros