Masturbação feminina: menos tabu, mais prazer - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo25/11/2020 | 15h21Atualizada em 25/11/2020 | 15h21

Masturbação feminina: menos tabu, mais prazer

É mais do que normal a mulher buscar prazer acariciando o próprio corpo

Masturbação feminina: menos tabu, mais prazer Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Não consigo chegar ao orgasmo quando transo com homens, mas sinto vergonha de me tocar. Queria saber mais sobre masturbação.

A masturbação feminina ainda é tabu, ou seja, muitas pessoas encaram o assunto como algo estranho ou até mesmo errado. 

Porém, é mais do que normal a mulher buscar prazer acariciando o próprio corpo. É por meio da masturbação que elas aprendem a chegar ao orgasmo. 

Como fazer? Escolha um lugar tranquilo e apropriado, para que você possa ficar sozinha e sem medo de ser interrompida. Conheça o seu corpo. Pegue um espelho e olhe a sua região genital, toque-se. Saiba o que é o que, onde fica cada parte, como funciona. Um grande aliado do prazer é o clitóris, protuberância mais sensível que fica no interior da vagina.

Leia outras colunas

Dedicação

Muitas mulheres já nos disseram que tentaram se masturbar e não sentiram nada. É preciso que o desejo e a excitação estejam presentes no momento. Para isso, é necessário dedicar tempo a isso.

Comece acariciando o corpo todo. Depois, aos poucos, avance para a região genital, usando suas mãos e seus dedos. Passe por toda a vulva, lábios, vagina. No clitóris, vá devagar: não aperte muito, pois é uma parte bastante sensível. Experimente toques, intensidades e velocidades diferentes. Você pode usar os dedos para penetrar a vagina ao mesmo tempo em que toca o clitóris. 

O contato indireto, por cima da calcinha, também vale.Como tudo na vida, é com a prática que chegamos à excelência, não à perfeição, pois ela não existe! Cuidado com a idealização, pois pode levar à frustração.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros