Reestreia de "Amor de Mãe" é agendada para março - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Expectativa18/11/2020 | 10h16Atualizada em 18/11/2020 | 10h17

Reestreia de "Amor de Mãe" é agendada para março

Gravações da novela chegaram ao fim oficialmente nesta segunda-feira

Reestreia de "Amor de Mãe" é agendada para março João Cotta/TV Globo/Divulgação
Thelma (Adriana Esteves), Lurdes (Regina Casé) e Vitória (Taís Araújo): trio retorna para o final de "Amor de Mãe" Foto: João Cotta / TV Globo/Divulgação
GZH
GZH

Após o fim das gravações nesta segunda-feira (16),  Amor de Mãe, novela das nove da Globo, ganhou uma previsão de reestreia: março de 2021.  Conforme o Gshow, a trama de Manuela Dias voltará ao ar para seus últimos 23 capítulos logo depois do fim da reprise de A Força do Querer. 

As gravações de Amor de Mãe e outras produções da Globo foram paralisadas ainda em março deste ano, em função da pandemia do coronavírus. As atividades foram retomadas em agosto, seguindo uma série de protocolos de segurança, entre os quais uma placa de acrílico transparente para separar os atores, com ajustes no período de pós-produção para apagar quaisquer reflexos ou problemas. A partir de agora, a equipe terá cerca de quase quatro meses para finalizar a novela com todos esses ajustes necessários.

Em entrevista ao Gshow, Regina Casé relatou emoção ao se despedir de Lurdes e disse que se sentiu honrada em viver uma personagem "tão rica e real".

Amor de Mãe foi uma das experiências mais lindas da minha vida. É realmente um presente ter a oportunidade de homenagear todas essas mães, avós do Brasil que são as chefes da família e que seguram a onda sozinhas. Foi uma honra! Imaginava que seria bom, mas nunca tão bom. Realmente me senti em família — disse ela.

A última cena gravada por Regina na casa de Lurdes, conforme a atriz, fez com que ela ficasse com "muita vontade de chorar, com o coração pequenininho". 

— Vai deixar muitas saudades. Em mim, com certeza! A novela foi guerreira como a Lurdes é. Se era realista, ficou ainda mais naturalista com todas as dores e as alegrias que esses novos tempos nos trouxeram — destaca Regina.

Para Adriana Esteves, que vive Thelma, a retomada das gravações de Amor de Mãe foi uma vitória, já que exigiu um grande trabalho de equipe por conta dos protocolos de segurança.

— Sem dúvidas, Amor de Māe ficará marcada em minha vida. Foi muito bonito ver nossa união e paixão por nosso ofício. Quando entrávamos para gravar, não existia vírus, pandemia, dor. Substituíamos por esperança, luta, fé e amor! — disse Adriana, também ao Gshow.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros