Dor após a relação: confira causas e tratamentos - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo21/01/2021 | 15h13Atualizada em 24/01/2021 | 15h31

Dor após a relação: confira causas e tratamentos

Cerca de 21% das mulheres sentem desconforto durante algumas ou em todas as tentativas de relação sexual

Dor após a relação: confira causas e tratamentos Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

É normal sentir dor na vagina depois do sexo?

O normal é nunca sentir dor quando o ato sexual é consentido e prazeroso. Porém, cerca de 21% das mulheres sentem desconforto durante algumas ou em todas as tentativas de relação sexual. 

Esse incômodo pode ser causado por fatores físicos ou psicológicos. As causas orgânicas que podem desencadear a dor são: infecções genitais, endometriose, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), distúrbios hormonais e uso prolongado de alguns anticoncepcionais que diminuem a lubrificação vaginal e o desejo sexual da mulher.

Além disso, esse problema aparece, muitas vezes, pela falta de lubrificação, sinal de que a mulher não fica tão excitada como deveria. Investir nas carícias, antes da penetração, aumenta a excitação e a lubrificação. A partir daí, diminui a dor. 

 Leia outras colunas

Como agir

A dor na região genital sempre é sinal de algum problema e dificulta o ato sexual ou a vontade de ter novas relações. 

Para diminuir o transtorno, é indicado consultar com o seu ginecologista o mais rapidamente possível. Esse problema nem sempre é abordado na consulta com o médico por preconceito ou vergonha de falar sobre o assunto. 

O uso de preservativo, fazer higiene adequada na região íntima (sem sabonetes perfumados) e dormir sem calcinha podem ajudar a aliviar. 

Dica rápida: use um lubrificante, à base de água, durante o sexo.  Após a relação, o melhor é o bom e velho banho de assento com chá de camomila.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros