Henri Castelli revela que foi agredido e mostra ferimentos: "Muito triste o que aconteceu" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Em Alagoas12/01/2021 | 10h02Atualizada em 12/01/2021 | 10h02

Henri Castelli revela que foi agredido e mostra ferimentos: "Muito triste o que aconteceu"

Ator passou por uma cirurgia na última sexta-feira

Henri Castelli revela que foi agredido e mostra ferimentos: "Muito triste o que aconteceu" Instagram Henri Castelli/Reprodução
Foto: Instagram Henri Castelli / Reprodução
GZH
GZH

O ator Henri Castelli revelou, em uma sequência de vídeos postados no Instagram Stories na noite de segunda-feira (11), que foi agredido e precisou passar por cirurgia em função das lesões sofridas. Conforme relato do ator, o caso ocorreu em Alagoas na última semana de 2020. 

— Foi muito triste o que aconteceu comigo. Eu fui agredido covardemente, sem chance de me defender. Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, jogado no chão e fui agredido. Vítima de socos e chutes no rosto que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula — contou.

Castelli foi encaminhado ao hospital. Ele conta que a "sensação é de que a minha boca estava pendurada naquele momento" e disse que os profissionais que o atenderam optaram por "amarrar a boca com um fio de aço para que pudesse cumprir a minha agenda profissional".

Na sequência, o ator mostrou imagens das lesões sofridas por conta do ataque. Ele também explicou por quais motivos optou por divulgar, na época da agressão, que sofreu um acidente em uma academia.

— Minha assessora me ligou perguntando por que eu havia ido ao hospital. Optamos por falar sobre o acidente na academia para não assustar a minha família. Ligar para a minha mãe para contar sobre a agressão não era a melhor coisa a fazer. Ela só soube de tudo depois que eu voltei da cirurgia — comentou o ator, emocionado.

— Eu fiquei com muito medo pela minha família. Também fico com medo de ficar com sequelas para sempre. A minha boca ainda está torta, meu rosto ainda está muito roxo — acrescentou.

Após o primeiro atendimento médico, o artista seguiu para Fernando de Noronha, onde cumpriu agenda profissional. As cirurgias foram realizadas na última sexta-feira (8), em São Paulo.

Castelli também disse que a recuperação exigirá repouso, acompanhamento médico constante e uso de medicamentos.

— Torcer para que, se Deus quiser, eu não tenha sequela nenhuma. Há muito o que se fazer ainda. Então, é isso, meus queridos amigos. Eu precisava vir aqui pra falar com vocês, porque eu respeito muito o carinho que vocês têm por mim — comentou, dizendo também que não tem "raiva nenhuma" dos agressores.

Além dos vídeos, o ator também publicou algumas imagens em seu perfil do Instagram, mostrando exames, preparativos para a cirurgia e momentos após a operação. Confira:

Processo

De acordo com Castelli, ele fez uma denúncia em uma delegacia e foi ao Instituto Médico-Legal (IML) fazer exame de corpo de delito. 

— Já naquele momento foi possível identificar os agressores. Alguns já foram chamados para prestar esclarecimentos. Era dia 30 de dezembro, e o laudo foi juntado apenas na segunda-feira seguinte ao Ano-Novo— afirmou.

Em entrevista ao portal Hugo Gloss, Castelli acrescentou que já possui depoimentos de testemunhas e vídeos que comprovam a agressão. Ele também disse que espera "que os agressores sejam punidos, que haja Justiça e que não fique com sequelas".

Ao mesmo portal, o advogado do ator, Marcelo Amaral Colpaert Marcochi, falou sobre os trâmites judiciais. "Ele se submeteu aos exames do IML, inclusive complementares, e novos laudos estão sendo elaborados. Sempre que houver qualquer alteração no quadro clínico, iremos documentar. Eu já solicitei ao delegado que requisitasse as filmagens do local, assim como um comprovante de consumo de todos os envolvidos, do Henri e dos agressores", revelou. 

"Confio na Polícia e no Ministério Público de Alagoas, assim como estou certo de que haverá um julgamento justo e imparcial. Meu desejo é que haja uma punição adequada e proporcional a essa injustificável agressão", finalizou.




 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros