Transar ou não no primeiro encontro? Eis a questão - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo18/01/2021 | 17h27Atualizada em 24/01/2021 | 15h29

Transar ou não no primeiro encontro? Eis a questão

Amor e desejo são emoções independentes uma da outra, é preciso pesar isso

Transar ou não no primeiro encontro? Eis a questão Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Vou fazer uma pergunta que vocês já devem ter respondido muitas vezes, mas estou aflita: conheci um cara, ficamos, conversamos muito e transamos. O sexo foi maravilhoso. Pela manhã, ele pegou o número do meu telefone, mas nunca me ligou. Me senti frustrada. Se eu não tivesse cedido e feito sexo no primeiro encontro, essa história poderia ter continuado?

Amiga leitora, amor e desejo são emoções independentes uma da outra. Pode haver prazer sexual pleno, totalmente desvinculado de romance.

Por que se recusar a fazer sexo no primeiro encontro mesmo quando há muito desejo? Se o par desvalorizá-la por transar logo no primeiro encontro, saiba de uma coisa: ele não vale a pena, porque tem uma mente preconceituosa.

Para a grande maioria dos homens, um encontro é apenas um encontro. Já para muitas mulheres, sair com alguém e receber uma ligação no dia seguinte pode ser o início de um provável compromisso. Quando uma das partes envolvidas não entra em contato, é porque não quer estreitar os laços.

Leia outras colunas

Intimidade assusta

Muitos homens relatam que um dos motivos para não retomarem o contato é que se assustam com o excesso de informações íntimas logo na primeira conversa. Eles dizem que isso acaba com o tesão completamente. 

É melhor, no primeiro encontro, não comentar sobre seus problemas familiares ou suas pretensões a respeito de relacionamentos. 

A melhor decisão é seguir a sua intuição. Pondere o que, realmente, quer fazer, desde que seja por e para você!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros