Gaúcha Vera Ambrozio deixa o "The Voice+" neste domingo: "Foi maravilhoso" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Competição acirrada15/02/2021 | 10h37Atualizada em 15/02/2021 | 10h37

Gaúcha Vera Ambrozio deixa o "The Voice+" neste domingo: "Foi maravilhoso"

No Time Lud, ela levou o samba para o palco do programa

Gaúcha Vera Ambrozio deixa o "The Voice+" neste domingo: "Foi maravilhoso" Reprodução / Gshow/Gshow
Vera colocou os técnicos para dançar com "Folhas Secas", canção interpretada por Beth Carvalho Foto: Reprodução / Gshow / Gshow
GZH
GZH

Um show de talento, carisma e emoção. Assim foi o The Voice+ deste domingo (14), quando 12 das 48 vozes classificadas nas Audições às Cegas subiram ao palco em busca de uma classificação para seguir adiante na competição. Com a estreia da etapa Tira-Teima, os técnicos Claudia Leitte, Daniel, Ludmilla e Mumuzinho precisaram decidir quais participantes irão continuar na competição, exclusiva para talentos a partir de 60 anos.

Uma das eliminadas da tarde foi a única gaúcha no programa: Vera Ambrozio, 74 anos. Encerrando as apresentações do Time Lud, ela levou o samba para o palco do programa e colocou os técnicos para dançar com Folhas Secas, canção interpretada por Beth Carvalho.

— Maravilhosa! Veio cantando um samba que mexe com o nosso interior. É um hino — destacou Lud.

O apresentador André Marques lembrou que a participação dela no programa foi uma "presepada" dos netos:

— Queria agradecer sua energia, sua história — disse ele.

Antes de deixar o palco, a moradora do bairro Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre, pediu para dizer "umas palavrinhas":

— Tudo aqui foi 10. Maravilhoso. Essa gurizada é gente finíssima. Queria dizer para o nosso Brasil, para o nosso universo, para o nosso povo: vamos nos amar cada vez mais, porque isso é o que Ele quer, nosso Mestre lá de cima, amor, muito amor — disse Vera, antes de emocionar a todos cantando um trecho da canção Juízo Final.

Diarista aposentada, Vera aproveitou a participação no programa para manter vivo o sonho de criança, que era seguir na carreira artística. Na infância, participou de um dos programas que marcou a história do rádio brasileiro, o Clube do Guri, na Farroupilha (680 AM). 

Saiba como foram as apresentações

Os primeiros a subir ao palco foram os participantes do time Daniel. Abrindo o programa, a baiana Áurea Catharina, apostou em uma versão emocionante de Dois Corações, sucesso da banda Melim.

— Parecia que estava assistindo a um show dela. Foi lindo, perfeita, a paz, a delicadeza. Muito obrigada — elogiou Claudia Leitte.

Na sequência, Catarina Neves, de Campinas, cantou La Barba, uma música do cantor e compositor mexicano Roberto Cantoral, e foi aplaudida de pé pelos técnicos .

— Estou todo arrepiado. Chegou com tudo, pegou a música e vestiu. Emocionou — destacou Mumuzinho.

Depois foi a vez do cantor Jorge Darrô, de São Paulo, que escolheu a música Mrs. Robinson, escrita pelo músico norte-americano Paul Simon e originalmente interpretada por Simon and Garfunkel.

Darrô foi o eliminado pelo técnico Daniel:

— Nessa hora eu queria um buraco para desaparecer, é muito difícil. Achei muito equiparado, tivemos apresentações belíssimas, seguras — afirmou o artista.

Os próximos a se apresentar foram os participantes do time Claudia Leitte.

Mário Figueiredo, de São Paulo, iniciou as apresentações ao som de Pense e Dance, do Frejat. O participante, que canta na noite há 40 anos, emocionou os técnicos.

— Tô chocada! Que força, que atitude! Amei, parabéns! — comentou Lud.

Depois, quem subiu ao palco do reality musical foi o ator e dublador Oscar Henriques, que emocionou com a canção Onde Deus Possa Me Ouvir, do cantor Vander Lee.

— Uma canção para esse momento que estamos vivendo, todos estão recorrendo a Deus. Parabéns! Uma belíssima apresentação — pontuou Mumuzinho.

Na sequência foi a vez de Zé Alexanddre apostar no hit Quando Fui Chuva, interpretado por Maria Gadú. Sua apresentação deixou os técnicos completamente impactados.

— Que negócio, bicho. Não vou me acostumar nunca. Sento aqui há alguns anos, a gente percebe que ser experiente é importante, mas o mais importante é viver o presente intensamente. Vocês foram intensos, maravilhosos, profissionais — elogiou a técnica, que decidiu salvar as vozes de Oscar Henriques e Zé Alexanddre e eliminar Mário Figueiredo:

— Você foi um presente para a gente — disse a técnica.

Mais tarde, o time Ludmilla subiu ao palco, começando com Dudu França, que apostou em um clássico dos Beatles e impressionou com sua versão de Yesterday.

— Sem comentários, queria ele no meu time (risos). Ele é magnífico. Obrigada por essa apresentação, por esse presente — comentou Daniel.

Em seguida, Dulce Borges, do Rio de Janeiro, animou os técnicos ao interpretar Que Nem Maré, de Jorge Vercillo.

— Achei riquíssima, alegre. Que energia! Isso é a voz da experiência — destacou Claudinha.

Os dois foram seguidos pela apresentação da gaúcha Vera Ambrozio, que deixou o programa.

Por último, foi a vez do time Mumuzinho brilhar nos palcos do reality. A primeira a cantar foi Celestina Maria. A artista apostou em Molambo, obra-prima do violonista Jayme Florence, em parceria com Augusto Mesquita, e interpretada por Elizeth Cardoso.

— Sensacional! Uma intérprete com uma voz incrível — elogiou Claudia.

Elias Izaias, professor de Geografia em Volta Redonda, escolheu Desafinado, de Tom Jobim, e foi muito elogiado pelos técnicos.

— Maravilhosa apresentação. Incrível acertar todas as nuances da música — destacou Daniel.

A próxima a cantar foi Yeda Maranhão, que soltou a voz com O Sol Nascerá (A Sorrir), de Cartola, e animou os técnicos.

— Você sempre nos encantando com sua voz marcante e maravilhosa — pontuou Mumu.

O técnico salvou Celestina Maria e Yeda Maranhão, e Elias Izaias deixou o programa.

— Foi muito bom estar com vocês. Estou feliz de chegar até aqui — disse o participante.

Entenda a dinâmica da fase Tira-Teima:

  • Cada time inicia a nova fase com 12 vozes;
  • Três vozes de cada time irão se apresentar no palco do The Voice +, a cada programa (são quatro, no total);
  • Claudia Leitte, Daniel, Ludmilla e Mumuzinho vão precisar escolher dois, dentre os participantes que se apresentarem, para a próxima fase. Um candidato de cada time será eliminado;
  • Ao final dessa fase, os times, que começam com 12 integrantes, terão oito vozes para continuar na competição.
 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros