Músico de Porto Alegre viaja pelo Brasil para mostrar seu som - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Estrelas da Periferia16/02/2021 | 10h06Atualizada em 16/02/2021 | 10h06

Músico de Porto Alegre viaja pelo Brasil para mostrar seu som

Atual parada de Jota P. Pires é João Pessoa, mas ele já planeja futuros caminhos

Músico de Porto Alegre viaja pelo Brasil para mostrar seu som Divulgação / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Atualmente, Jota mora em João Pessoa, na Paraíba Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

João Paulo Pires Soares, 32 anos, foi longe em busca de mais espaço para fazer música. Há uma semana, o cantor de Porto Alegre chegou a João Pessoa, na Paraíba, atual parada de uma viagem longa. Com o nome artístico de Jota P. Pires, ele já aportou em Santa Catarina, Paraty, no Rio de Janeiro, em Salvador, na Bahia, e agora, tem como residência a capital paraibana. 

— Eu escolhi o Nordeste pelo fato de ter uma música muito rica, ver mais de perto a cultura, as paisagens — conta. 

Jota P Pires , cantor , estrelas da periferia<!-- NICAID(14714732) -->
Em busca de belos cenários e inspiraçãoFoto: Divulgação / Arquivo Pessoal

A viagem tem rendido muitas imagens para seus clipes e inspiração musical. Mas não foi apenas pelos belos cenários que Jota deixou Porto Alegre. A dificuldade em se destacar na capital gaúcha pesou bastante na decisão de colocar o pé na estrada:

— Infelizmente, em Porto Alegre, o mercado cultural é deixado um pouco de lado. Isso atrapalha muito. Tenho vários amigos que tiveram que vender a guitarra, o sonho, por causa da pandemia, por falta de incentivo. Por isso, eu vim para cá, tentar realizar um pouco mais, ver como é o mercado em outro lugar, ter essa experiência.

A carreira profissional, que começou há cerca de três anos, passou a ser semeada ainda na adolescência, com os amigos do bairro Partenon, zona leste da Capital.

— Depois, comecei com os projetos, a tocar na noite. A influência autoral veio dos amigos. Eu sempre escrevi, mas só então passei a colocar música nas minhas letras — relembra.

Autêntico

Apesar de se inspirar em grandes nomes da música brasileira — como Jorge Ben Jor, Seu Jorge, Alceu Valença e Zé Ramalho —, Jota busca fazer um trabalho autêntico, que mostre sua criatividade:

— Para fazer meu som autoral, procuro não me espelhar em nenhuma referência. Vou criando da minha cabeça mesmo, até para não ficar muito parecido.

Retomada

Os shows e apresentações que foram interrompidos em março do ano passado, por conta da pandemia, começaram a ser retomados em outubro, conta o cantor. Em 2021, Jota pretende lançar três músicas inéditas: Amar a Mãe (com clipe já disponível em seu canal no YouTube), Sonhos com Prazer e O Tempo Não Volta

Jota celebra a boa aceitação do público nordestino a sua música. Nos próximos meses, ainda que sem destino certo, ele tem uma certeza: vale a pena correr atrás de um sonho, mesmo que o caminho seja longo.

— Meu grande sonho é atingir o maior número de pessoas possível, que se identifiquem, continuem dizendo o que sentem com a minha música. É o que eu busco de bar em bar, de show em show. Não busco nada material. O carinho das pessoas não tem preço — finaliza o porto-alegrense. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros