Saiba como lidar com a alergia à camisinha  - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando  de Sexo08/02/2021 | 12h39Atualizada em 08/02/2021 | 12h40

Saiba como lidar com a alergia à camisinha 

As pessoas que são realmente alérgicas à camisinha não toleram o contato com o látex, mas isso não as impede de usar proteção

Saiba como lidar com a alergia à camisinha  Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Tenho alergia ao látex da camisinha. Como posso me proteger?

Existem muitas pessoas que sofrem com algumas irritações pós-sexo. Esse desconforto precisa ser solucionado. Afinal, ele atrapalha a vida sexual saudável, causa dores e, por vezes, lesões. No entanto, nem toda irritação é sinal de alergia à camisinha. O preservativo é um produto composto por diversos elementos: látex, lubrificantes e, dependendo do modelo, corantes e aromatizantes. Sendo assim, precisa descobrir qual deles está causando alergia ou irritação em você.  As pessoas que são realmente alérgicas à camisinha não toleram o contato com o látex. Mas isso não as impede de usar proteção, já que existem modelos de preservativos feitos de poliuretano, como a camisinha feminina, por exemplo. Mas se você não se adaptar à camisinha interna, existem preservativos masculinos que também são livres de látex.  O preço costuma ser um pouco mais alto, mas, ainda assim, é bem acessível. 

Leia outras colunas

Como agir

Ao sentir a irritação, tente trocar de preservativo. Opte por modelos mais simples, sem fragrância, sabor ou termo-ativo. Se ainda assim o incômodo persistir, escolha outra marca. É normal encontrar poucos modelos que não causam desconforto, mas isso não significa que você tem alergia. É importante não abrir mão da camisinha. Mesmo fazendo o uso de outros métodos anticoncepcionais, o preservativo (masculino ou feminino) é essencial, porque é o único que protege contra as infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

/p>
 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros