Michele Vaz Pradella: Não dá para piscar na reta final de "Amor de Mãe" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Noveleiros27/03/2021 | 10h00Atualizada em 27/03/2021 | 10h00

Michele Vaz Pradella: Não dá para piscar na reta final de "Amor de Mãe"

Apesar da interrupção, da pandemia e dos percalços, "Amor de Mãe" já é uma das obras-primas da teledramaturgia

Michele Vaz Pradella: Não dá para piscar na reta final de "Amor de Mãe" TV Globo / Divulgação/Divulgação
Lurdes e Thelma: de amigas a adversárias Foto: TV Globo / Divulgação / Divulgação

A autora Manuela Dias não exagerou ao dizer que a segunda temporada de Amor de Mãe teria um último capítulo por dia. A sensação de quem acompanha a trama é exatamente essa. Desde a retomada dos capítulos inéditos, no dia 15 de março, o telespectador mal consegue piscar com tantos acontecimentos bombásticos. Não é para menos, afinal, o desfecho da novela ficou restrito a 23 capítulos. 

A expectativa maior é em torno do reencontro de Lurdes (Regina Casé) com seu filho perdido, Domênico, que ela descobriu ser Danilo (Chay Suede). O nó começou a se desfazer nesta semana, mas deve embolar bastante nos próximos capítulos. Até o esperado abraço entre eles, muita água vai rolar por baixo dessa ponte. 

Dupla imbatível

As sequências em que Lurdes descobriu a verdade foram impactantes. Regina Casé fez o público chorar e se emocionar junto com ela. Que cena linda a corrida da mãezona pelas ruas, gritando por seu filho, ao som de Onde Estará o meu Amor? 

"Tua mãe tá aqui, meu filho"Foto: TV Globo / Reprodução

Do outro lado desse "ringue", Adriana Esteves segue exibindo talento de sobra ao interpretar Thelma. Não há justificativa para os crimes da vilã, mas a atriz empresta uma humanidade tão grande à personagem, que quase é possível entender tantas crueldades. Apesar da interrupção, da pandemia e dos percalços, Amor de Mãe já é uma das obras-primas da teledramaturgia.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros