"BBB 21": Marília Mendonça rebate críticas após ser cobrada por não se posicionar em paredão de Rodolffo - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Na berlinda06/04/2021 | 10h34Atualizada em 06/04/2021 | 10h34

"BBB 21": Marília Mendonça rebate críticas após ser cobrada por não se posicionar em paredão de Rodolffo

Internautas questionam cantora ter puxado mutirão contra Karol Conká e Nego Di, mas se omitir em relação ao colega de profissão

"BBB 21": Marília Mendonça rebate críticas após ser cobrada por não se posicionar em paredão de Rodolffo Marília Mendonça Instagram / Reprodução/Reprodução
Foto: Marília Mendonça Instagram / Reprodução / Reprodução
GZH
GZH

Apesar de ser uma assídua comentarista do Big Brother Brasil 21, a cantora Marília Mendonça anunciou nesta segunda-feira (5) que não irá se posicionar em relação ao paredão desta semana. O nome da artista chegou a ficar em primeiro lugar nos trending topics do Twitter, com fãs a pressionando para falar sobre o programa. Na berlinda está o amigo e colega de profissão, Rodolffo, que vem sendo acusado de homofobia e racismo após falas polêmicas no reality show

"Só pra responder coletivamente: não (vou me posicionar)... Estou bem de boa com a minha vida e meus problemas... Mal estou me posicionando para pagar as parcelas das minhas contas... Estou bem tranquila... Nem gasta energia me enchendo o saco... Quando o problema for comigo, aí vocês me chamam", disse ela ao retuitar a publicação de um seguidor.

A cantora relatou estar sendo acusada de racismo pelo caso. Marília fez campanha contra participantes negros — como Karol Conká e Nego Di—, mas omitiu sua opinião em relação a Rodolffo. 

"Agora, além de me lincharem, vocês estão me acusando de algo muito sério, que vai além de rivalidade de torcida e isso não está certo. Me acusar de cometer um crime por não me posicionar num paredão vai além do que é o direito de vocês. Existem limites. Eu nem ia falar sobre isso mais, mas é injusto e incorreto. Quando eu erro, eu boto minha cara pra bater. Dessa vez passou demais dos limites. Ser cobrada e acusada de cometer um crime por não promover um mutirão? Eu recebi vários vídeos que o Rodolffo deixou guardado pedindo apoio", escreveu.

"Eu  não postei nenhum dos vídeos e mesmo não sendo amiga dele, somos conhecidos, eu não vou publicamente falar sobre os erros que ele cometeu e promover um linchamento porque eu sofri com isso. Eu errei grave, eu fui linchada e não aprendi por isso. Aprendi porque alguém sem obrigação teve paciência. Guardei os vídeos e pensei comigo: quando ele sair, eu vou explicar por que eu não postei os vídeos. E ele vai entender. E eu sei que está cheio de gente disposta a ajudar, mesmo sem a obrigação. Eu não promoveria um linchamento com alguém que errou do mesmo jeito que eu jamais", acrescentou.

"E sobre Conká, Nego Di e etc., se fosse sobre isso tinha que ter mais de um milhão de nomes aí nós trendings, porque foram minhas postagens mais compartilhadas e curtidas. E eu ainda apaguei porque vi que a brincadeira tinha sido levada pra outros lados", finalizou.

Quer receber as principais informações e análises da semana do Big Brother Brasil no seu e-mail? Se inscreva na newsletter de GZH do BBB no link.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros