Porto Alegre ganha uma Escola de Hip Hop - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Boas iniciativas04/06/2021 | 12h54Atualizada em 04/06/2021 | 12h54

Porto Alegre ganha uma Escola de Hip Hop

A partir deste sábado, espaço, na Zona Norte da Capital, será um local de referência para a formação de novos talentos do gênero

Porto Alegre ganha uma Escola de Hip Hop Jefferson Botega / Agencia RBS/Agencia RBS
Escola ficará situada na Avenida Baltazar de Oliveia Garcia, na Zona Norte Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS / Agencia RBS

A partir deste sábado (cinco), Porto Alegre ganha um espaço que se destina exclusivamente a promover a cultura hip hop. Situada na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, 2.132, na zona norte da Capital, a Escola de Hip Hop será um local de referência para desenvolver atividades de formação, inclusão e conexão por meio da cultura de rua e dos quatro elementos que fazem parte do hip hop: grafite, break, MC e DJ. 

Por conta da pandemia, o evento de inauguração da sede terá transmissão ao vivo pela página da Alvo Cultural no Facebook, a partir das 15h. Entre as atrações, show do rapper Fiado.


Oportunidades gratuitas

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - Inauguração da Escola de Hip Hop de Porto Alegre. O espaço será aberto no sábado, 05 de Junho de 2021 e tem por objetivo desenvolver atividades sobre a cultura da rua, com aulas e oficinas de hip hop, grafite, break, Mc e Dj. Nas imagens aparecem Jean Andrade, 38 anos, Presidente da Alvo Cultural, responsável pelo espaço, e Jeferson Fidelix (rapaz negro), 40 anos, professor de hip hop.Foto:  Jefferson Botega / Agencia RBSIndexador: Jefferson Botega<!-- NICAID(14799945) -->
Jean e Jéferson: parceria que ajudará dezenas de artistas Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Entre as oficinas gratuitas previstas, que devem ocorrer neste mês e em julho (confira ao lado), estão as de lives de rap, encontro de grafite, campeonato de break solo, hip hop dance, batalhas de rima e formação de DJs. Todas as atividades serão realizadas conforme as medidas prevenção contra a covid-19. 

De acordo com Jean Andrade, coordenador da Alvo Cultural, que está à frente da iniciativa (em parceria com a Fidélix Arte Educação), já rola neste final de semana um encontro de grafiteiros no local. Dez artistas pintarão a fachada da escola, o estúdio e a parte interna em evento que também terá transmissão ao vivo pela página da Alvo Cultural no Facebook. 

Jeferson Fidélix, parceiro de Jean na iniciativa, celebra a oportunidade.

- Sabemos que a música, a arte e a dança geram oportunidades para crianças e jovens. E a Escola de Hip Hop vem exatamente para isso: gerar oportunidades gratuitas, promover eventos inclusivos, trazer debates sobre temas políticos e sociais tão presentes nesse universo - explica o coordenador do projeto.

Um dos principais cursos oferecidos pela Escola de Hip Hop será o de formação de DJs, com aulas ministradas por DJ Edinho DK, que já dividiu o palco com nomes conhecidos do rap, como Racionais MC's e MV Bill. Edinho, que começou seu projeto de qualificação de DJs em 2011, explica como serão as aulas:

- O curso está dividido em quatro aulas. Pode ser feito por quem não tem noção básica ou até por quem já manja alguma coisa. No curso, abordamos a montagem dos equipamentos, organização das músicas e mixagem. A ideia é deixar o aluno apto para o mercado de trabalho. 

A fundação da Escola de Hip Hop foi financiada por meio do edital Criação e Formação -Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura em Parceria com a Fundação Marcopolo, com recursos oriundos da Lei nº 14.017/2020, a Lei Aldir Blanc.


Serviço

- Para se inscrever nos projetos oferecidos pela Escola de Hip Hop (Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, 2.132), acesse o site da instituição (escoladehiphop.com). Os cursos são oferecidos para maiores de 14 anos. As atividades são gratuitas. Para as vagas nos campeonatos de dança, batalha de MCs e curso de DJ, serão garantidas cotas para LGBTQIA+, negros, indígenas, mulheres e pessoas com deficiências.

Programação de junho e julho

- 18 e 19 de junho - Batalha de MCs (inscrições a partir do dia 14), que paga R$ 2 mil de premiação. 

- 24 de junho - Curso profissionalizante de DJ gratuito (inscrições abertas). 

- 27 de junho - Final da batalha de dança ao vivo (inscrições abertas), com premiação de R$ 3 mil. 

- 03 e 04 de julho - Lives com shows de rap (inscrições abertas). Serão selecionados 10 grupos, que receberão ajuda de custo de R$ 400 cada. 




 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros