Samantha Schmütz comenta conflito com Juliana Paes, Deborah Secco e Gabriela Pugliesi; entenda - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Polêmica nas redes 20/06/2021 | 12h32

Samantha Schmütz comenta conflito com Juliana Paes, Deborah Secco e Gabriela Pugliesi; entenda

Posicionada nas redes sociais, atriz esteve envolvida em embates virtuais relacionados à pandemia

Samantha Schmütz comenta conflito com Juliana Paes, Deborah Secco e Gabriela Pugliesi; entenda Páprica Fotografia / Divulgação/Divulgação
Samantha Schmütz afirmou ter conversado com Juliana Paes após conflitos nas redes Foto: Páprica Fotografia / Divulgação / Divulgação

Em entrevista à revista Ela, do jornal O Globo, a atriz Samantha Schmütz esclareceu os boatos de conflitos que ela teria tido com nomes como Juliana Paes, Deborah Secco e Gabriela Pugliesi. Os embates virtuais teriam ganhado força após posicionamentos das artistas sobre a pandemia nas redes sociais, sobretudo depois da morte do humorista Paulo Gustavo.

As supostas divergências com Juliana ganharam força nas últimas semanas, quando a atriz publicou um vídeo em que afirma ter sido "agredida" por uma colega de profissão, sem citar nomes.

— Ao deparar com algumas reportagens afirmando que a mensagem da Juliana seria para mim, duvidei. Não acredito que seja, porque nunca a chamei de covarde, nem de desonesta nem de criminosa. Sempre falei que desonesta, covarde e criminosa é a política pública do Brasil de combate à covid-19. Acho que esse assunto já foi muito além do que deveria e acaba por desvirtuar o foco do meu questionamento para com a classe, que é no sentido de se posicionar e chamar a responsabilidade em relação à pandemia. Não se trata de uma briga entre colegas — afirmou.

Samantha contou, ainda, que conversou com Juliana após o episódio:

— Tive uma conversa, sim, com a Juliana no privado. O que sei é que não costumo transformar conversas particulares em assuntos públicos. Ainda não tivemos a oportunidade de falar depois de tudo o que rolou. Mas reforço que estou sempre aberta ao diálogo — disse.

No bate-papo, a atriz do seriado Vai Que Cola também falou sobre as divergências com Deborah Secco. Na ocasião, Samantha criticou a atriz da novela Salve-se Quem Puder por continuar fazendo postagens "normalmente" após a morte de Paulo Gustavo - Débora respondeu que “dava para fazer dancinha e se indignar”.

— A mensagem não foi especificamente para ninguém. Foi para todo mundo. Inclusive, para mim. Falamos com tantas pessoas na internet e não estamos tratando assuntos sérios. Não é para as pessoas pararem de fazer publicidade ou dancinhas. Não é isso. Mas é cruel fazer neste momento. Mais uma vez, não estou apontando o dedo para alguém. Todos nós temos que nos questionar: será que é legal só mostrar a vida maravilhosa? Não quero transformar isso numa briga pessoal. Estava muito chateada quando falei aquilo sobre a Deborah; a morte do Paulo estava muito recente. Eu errei, não foi legal. Não deveria ter feito. O dia que nos encontrarmos, quero falar sobre esse assunto com ela. Não desejo que isso vire uma grande coisa — esclareceu Samantha.

Para finalizar, a artista também se posicionou sobre a resposta que deu à influenciadora digital Gabriela Pugliesi. Após o falecimento de Paulo Gustavo, a blogueira disse que a morte "foi vontade de Deus", e Samantha rebateu, afirmando que foi "falta de vacina". 

— Não foi Deus... Antes, ele mandou a Pfizer enviar não sei quantos e-mails. Nem Deus conseguiu dar conta dessa negligência. Não dá para termos esse tipo de atitude porque assim continuamos alienando o povo. Vamos chamar as pessoas para a realidade. Paulo levou a metade da alegria do Brasil. Ele era próximo de todo mundo. Se essa pessoa que era parente do país inteiro não nos comoveu a ponto de realmente nos levantar, o que vai? Choro todos os dias desde que meu amigo partiu. É difícil. Todo lugar em que vou eu me lembro dele. São muitas recordações — disse a atriz.

No último domingo (13), Samantha teve sua conta do Instagram desativada, sem motivo aparente. O bloqueio da plataforma ocorreu depois da atriz publicar alguns Stories criticando artistas que não se manifestam durante a pandemia. Samantha comunicou o ocorrido no Twitter: 

 "Desativaram minha conta do Instagram! Querem me enterrar, mas esqueceram que sou semente", escreveu ela.  

Procurada pelo Estadão, a rede social enviou um comunicado em nota sobre o ocorrido:

 "Cometemos um erro e pedimos desculpas. A conta já foi restaurada", afirmou um porta-voz do Facebook, empresa dona da plataforma.   

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros