Larvas, baratas e olhos de cabra marcam retorno da prova da comida exótica em "No Limite"; confira repercussão - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Memes14/07/2021 | 09h15Atualizada em 14/07/2021 | 09h15

Larvas, baratas e olhos de cabra marcam retorno da prova da comida exótica em "No Limite"; confira repercussão

Telespectadores deixaram claro que nem tentariam experimentar as iguarias

Larvas, baratas e olhos de cabra marcam retorno da prova da comida exótica em "No Limite"; confira repercussão Reprodução / Globoplay/Globoplay
Foto: Reprodução / Globoplay / Globoplay
Paula Chidiac

Na noite desta terça-feira (13), os competidores de No Limite tiveram de degustar iguarias como larvas, baratas e olhos de cabra para conseguir uma imunidade — agora, sob a bandeira única da Jandaia, o benefício é ainda mais importante. Nas redes sociais, telespectadores deixaram claro: nem tentariam provar do buffet exótico.

Não mastigar, cuspir, não engolir ou vomitar eram os critérios de eliminação. No buffet exótico, competidores precisavam passar por três pratos e uma bebida. A primeira iguaria tratava-se de seis larvas de besouro. Todos passaram, mas Zulu fez questão de dar detalhes sórdidos.

— Eu esmaguei uma, esmaguei outra, e comecei a sentir na minha língua uma tentando fugir — contou Zulu.

"O Zulu tá dando muitos detalhes. SOS", escreveu a jornalista Bárbara Saryne. 

Na segunda, precisavam degustar duas baratas de Madagascar. O pote em que os animais estavam tinha tampa, já que eram rápidas. Com mais esforço do que na primeira etapa, todos os participantes conseguiram comer.

— Eu tive que matar ela no dente — contou Viegas.

"Nessa hora eu vomitaria em cima de todo mundo e sairia gritando pelas dunas. Tenho pavor de baratas", disse um internauta.

O prato mais famoso de No Limite retornou na terceira rodada: olho de cabra. Mais especificamente, três para cada competidor. Mesmo assim, ninguém desistiu, arrancando elogios de André.

— Comi bem rápido, imaginei que fosse uma ostra, qualquer coisa, e foi descendo — disse Paula.

"Eu seria o primeiro eliminado se dependesse de comer olho de cabra", escreveu um usuário do Twitter.

A próxima etapa foi eliminatória e baseada em velocidade. Os participantes precisavam virar um shot de fígado cru com boldo e carqueja. O último a virar o copo na mesa e abrir a boca estava fora do jogo. Com provas consecutivas, foram eliminados Zulu, Elana, Jessica e Viegas, deixando Paula e Carol na final.

— Embananou tudo e acabou eu sendo a primeira eliminada. O que me deixou muito triste porque eu queria muito essa prova — desabafou Elana.

Para decidir o vencedor, ao invés de as garotas virarem um copo, seriam três, e a primeira a terminar ganharia a imunidade. Por uma diferença de poucos segundos, Paula saiu vitoriosa e garantiu sua permanência no programa por mais uma semana.

"A delícia que vai ser todo mundo conversando com bafo de fígado, barata, olho de cabra e verme na volta para o acampamento", escreveu o apresentador Fefito.

Não bastasse a repercussão gerada pela prova da comida, a eliminação de Carol Peixinho também deu o que falar. A empresária recebeu quatro votos, contra três em Zulu. O que dividiu internautas foi o fato de ela ter saído antes de Jéssica, que no episódio passado não cumpriu com a combinação dos ex-Calangos e organizou as mulheres para votar em Kaysar. Enquanto alguns ficaram indignados, outros relembraram o voto apoio de Carol na eliminação de Gleici e comemoraram o resultado desta terça-feira.

"Carol não merecia sair tendo a Jéssica e Zulu ali ainda", opinou uma usuária do Twitter.

"A Peixinho defendeu tanto a Jéssica pra no fim das contas tomar um chute e a Jéssica destruir a equipe kkk a conta por ter votado na Gleici veio", disse outra usuária.

Confira, abaixo, as reações nas redes sociais:

Ainda não é assinante? Assine GZH e tenha acesso ilimitado ao site, aplicativos e jornal digital. Conteúdo de qualidade na palma da sua mão.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros