Paolla Oliveira é a campeã do "Super Dança dos Famosos"   - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Consagrada30/08/2021 | 09h24Atualizada em 30/08/2021 | 09h24

Paolla Oliveira é a campeã do "Super Dança dos Famosos"  

Atriz venceu competição dominical por um décimo

Paolla Oliveira é a campeã do "Super Dança dos Famosos"   Globo / Divulgação/Divulgação
Paolla encerrou sua participação dançando o samba "O Amanhã" e deu um recado para o público: "Educação para o Amanhã" Foto: Globo / Divulgação / Divulgação
GZH
GZH

O Super Dança dos Famosos consagrou Paolla Oliveira na noite deste domingo (29). Após uma temporada repleta de notas 10, do júri técnico, artístico e até popular, a atriz conquistou o título de supercampeã da atração. Vale lembrar que ela venceu a edição original do quadro há mais de 10 anos, ainda dentro do Domingão do Faustão, em 2009.

Comandado por Tiago Leifert, o Super Dança se despediu do público em ritmo de salsa e samba. Paolla disputou junto de seu par Leandro Azevedo contra Rodrigo Simas, guiado por Nathália Ramos, que conquistou o 2º lugar depois de ficar apenas um décimo atrás da atriz; Dandara Mariana, sob orientação de Diego Maia, ficou em terceiro, dois décimos atrás de Paolla.

A decisão final foi tomada após a nota de três instâncias diferentes: da plateia virtual do Dança, do tradicional júri técnico (Carlinhos de Jesus e Claudia Motta) e do júri artístico, composto nesta semana pela apresentadora Ana Maria Braga, a medalhista olímpica Rebeca Andrade e o cantor Alexandre Pires.

Confira como foi o programa

A última edição desta temporada do Dança foi uma grande celebração. Cada um dos finalistas ganhou sua própria retrospectiva, para relembrar seus grandes momentos no palco e destacar a evolução deles ao longo dos últimos meses.

Mas a competição tinha que continuar. Assim, Dandara e Diego trouxeram romance para o palco com uma teatral coreografia da Valsa, parte do ballet Lago dos Cisnes, composição de Tchaikovski.

— A gente tem a representação do amor no palco, um amor cego de paixão, cheio de sensibilidade, fui entendo a história. Achei tudo! Adorei! Parabéns! — declarou Ana Maria Braga, encantada com a performance.

Enquanto Ana Maria, Alexandre Pires e o júri técnico deram nota 10 para a apresentação, a ginasta Rebeca foi com 9,9. Ainda assim, nada de ressentimentos entre ela e Dandara, que agradeceu à atleta pelo que ela representa a muitas pessoas no Brasil:

— É muito representativo te ver aqui. É muito simbólico para a gente... Assim como eu sei que para muitas meninas negras é muito simbólico me ver aqui. O que eu queria dizer para todas as meninas negras, e meninos também, é que nós somos divinos e nós somos extremamente capazes. 

Na sequência, Rodrigo Simas e Nathália Ramos trouxeram outro clássico para o Dança: a Vals del Emperador, de Johann Strauss. Dançando de carmesim, os dois encantaram júri técnico e artístico, que concordaram na nota: 10, de todos eles.

— A apresentação de vocês foi linda! Fico impressionado com a sua habilidade com a dança, você parece um bailarino mesmo. A delicadeza que a coloca no chão. Belíssima apresentação — afirmou Carlinhos.

A nota também foi perfeita para Paolla Oliveira e Leandro Azevedo, que dançaram sua coreografia ao som de uma das valsas mais conhecidas do mundo: A Valsa das Flores, também de Tchaikovski, mas esta do ballet O Quebra-Nozes.

— Paolla, como é lindo ver você dançando! — resumiu Alexandre Pires.

Da valsa, o ritmo mudou drasticamente na segunda rodada para o samba. Mais uma vez, coube a Dandara e Diego começar os trabalhos. E eles o fizeram com muito alto astral, graças a canção O Sol Nascerá, de Cartola. E, desta vez, ninguém encontrou motivo nenhum para desconto. Nota 10 de todos os jurados e muitos elogios, principalmente de Pires:

— Maravilhoso, que força, determinação, variedade de passos. Vocês arrebentaram — declarou ele. — Esse é o Brasil!

Já Rodrigo Simas e Nathália Ramos deram continuidade aos clássicos com uma coreografia de A Voz do Morro, de Jair Rodrigues. Eles também encerram sua participação na competição com nota máxima dos júris técnico e artístico.

— Parecia que eu estava vendo um show! Me fez sorrir o tempo inteiro. Não sofri por nenhum momento — se empolgou Ana Maria. — Dez com louvor! 

Para fechar a noite, Paolla e Leandro dançaram O Amanhã, de Simone. Com samba no pé, eles empolgaram o público e ainda trouxeram uma mensagem ao final da performance: "Educação para o amanhã", dizia a faixa que a atriz revelou ao final da apresentação. 

— Foi lindo ver a energia, a interpretação. Eu sei o que é treinar muito para fazer perfeito e vocês fizeram — destacou Rebeca.

Terminadas as apresentações, sobrou para o júri popular definir quem seria o grande vencedor do Super Dança dos Famosos: Dandara e Diego receberam 9,8 por sua valsa e por seu samba 9,9; Rodrigo e Nathália conquistaram 9,8 pela valsa e pelo samba 9,9; e, por fim, Paolla e Leandro foram avaliados com 9,9 pela valsa e também pelo samba.

Assim, no somatório final a classificação foi decidida literalmente nos décimos: 3º lugar para Dandara, com 119,6 pontos; 2º para Rodrigo, com 119,7; e 1ºpara Paolla, com 119,8. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros