Psicodelia e mistura de ritmos: conheça a Ventiladores de Teto - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Estrelas da Periferia17/08/2021 | 16h36Atualizada em 17/08/2021 | 16h36

Psicodelia e mistura de ritmos: conheça a Ventiladores de Teto

Banda de Gravataí já lançou um disco, prepara o segundo e aposta em um som autoral diferenciado. 

Psicodelia e mistura de ritmos: conheça a Ventiladores de Teto Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Banda começou em 2017, em Gravataí Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Banda de Gravataí, a Ventiladores de Teto destoa do que, geralmente, os artistas da Região Metropolitana fazem quando o assunto é música. Desde 2017, a turma investe em um som diferente, que mistura jazz, blues, soul e samba, unindo tudo isso de maneira psicodélica (tendência que busca criar experiências musicais inovadoras), como enfatiza Stella Charlotte, que toca piano e órgão na banda.

- Nossa ideia é usar elementos pouco utilizados nos tempos de hoje e resgatar a musicalidade que não só apresentamos, mas somos e vivemos. Desde criança, a gente curte esse tipo de som - explica Stella.

Em uma região na qual predominam grupos de pagode e funkeiros, a artista afirma que o retorno do público vem sendo muito positivo.

- Recebemos um retorno muito gratificante do público. A galera que nos assiste parece estar sempre adorando nosso som, e isso me emociona muito. Não só em Gravataí, também somos muito bem recebidos em outras cidades - conta. 

Criação a mil

Com processo de criação acelerado para uma turma que tem pouco tempo de estrada, a Ventiladores de Teto lançou seu primeiro álbum, que leva o nome da banda, com canções autorais em 2020. Além do já tradicional lançamento nas plataformas digitais, o trio optou por disponibilizar aos fãs uma versão física do disco, à venda no perfil do Instagram de Stella, a R$ 15. 

Conheça outras histórias de Estrelas da Periferia

Agora, o grupo já está em processo de gravação do segundo disco, Subindo as Colinas da Floresta Encantada, e o  lançamento está previsto para novembro.

- Estamos planejando uma apresentação bem linda para o lançamento deste disco - adianta Stella. 

Mesmo antes do lançamento do segundo álbum, os músicos já estão com o terceiro trabalho composto, mas sem data para chegar nas plataformas digitais. Segundo Stella, está "guardado a sete chaves", como faz questão de ressaltar. 

Ainda integram a banda Jessie Jazz (baixo) e Diego Martins (guitarra). 

Pitaco de quem entende:

Adriano Brasil, produtor artístico, fala sobre o som da banda:

- Muito bom ter uma banda fazendo este tipo de trabalho na Região Metropolitana. Som de muita qualidade, músicos bem entrosados!

Aqui, o espaço é todo seu:

- Para falar com a banda, ligue para 98607-6115.

- Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas, vídeos e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros