Educação repressora atrapalha a vida sexual - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo08/09/2021 | 14h58Atualizada em 08/09/2021 | 14h58

Educação repressora atrapalha a vida sexual

Para começar a se soltar mais, é fundamental que você conheça o seu próprio corpo

Educação repressora atrapalha a vida sexual Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Tive uma educação bem repressora. Na minha casa, não tinha conversa, tudo era feio e proibido! O resultado disso é que, hoje, sou uma mulher travada sexualmente: não consigo me soltar, me sinto insegura! Preciso me libertar dessas amarras. O que devo fazer? 

Querida leitora, uma educação repressora pode gerar medo e insegurança e acaba transformando o sexo em algo mais complicado do que deveria ser. 

Para ter prazer, é importante se entregar de corpo e alma à relação! Portanto, você precisa abandonar alguns tabus para ter uma vida sexual saudável. Enfrente seus medos e se permita experimentar vivências diferentes. 

Para começar, é fundamental que você conheça o seu próprio corpo. Só assim, vai saber dar e receber prazer. A prática da masturbação ajuda a lidar com a insegurança. 

Leia outras colunas

Liberte-se

Sair da tradicional posição "papai e mamãe" e experimentar diferentes posturas sexuais pode apimentar a relação. Saiba que novos movimentos ajudam a descobrir prazeres inéditos e não exigem exatamente que você seja uma grande atleta do sexo. Além disso, dizer palavras picantes e gemer durante a transa são atos bem excitantes.

Essas práticas, porém, nem sempre deixam os casais confortáveis. Então, a dica é começar aos poucos. Se ainda assim for difícil se libertar dos tabus estabelecidos no seu passado, o indicado é procurar uma psicoterapia.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros