Nego do Borel nega acusações de abuso sexual em vídeo e diz estar deprimido - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Reality show27/09/2021 | 08h52Atualizada em 27/09/2021 | 08h52

Nego do Borel nega acusações de abuso sexual em vídeo e diz estar deprimido

"Até agora não entendi por que estou aqui na minha casa", declarou cantor, expulso de "A Fazenda" no último sábado

Nego do Borel nega acusações de abuso sexual em vídeo e diz estar deprimido Washington Possato / Divulgação/Divulgação
Artista declarou que "não teve maldade" e culpou a ex-noiva por "atacá-lo" na internet Foto: Washington Possato / Divulgação / Divulgação
GZH e Estadão Conteúdo

Após ser expulso de A Fazenda,  devido a acusações de abuso sexual, Nego do Borel publicou um vídeo nas redes sociais na noite deste domingo (26) em narra seu lado da história. A saída do cantor do programa foi oficializada pela TV Record no programa de sábado (25) e o caso está sendo apurado pela Polícia Civil de São Paulo.

— Até agora não entendi por que estou aqui na minha casa. Mas se for pelo fato da Dayane ter dormido comigo no estado que ela estava, desde já eu quero aqui, primeiramente, pedir perdão a minha mãe, minha avó e minhas tias, que são mulheres, e depois pedir desculpa a todas as mulheres. Porque eu não vi maldade, eu não tive maldade na hora — declarou Borel.

Ele defendeu, ao longo dos 13 minutos do vídeo, que não fez nada de errado. O artista disse que a situação era caso de "racismo", afirmando que foi injustamente acusado devido a sua cor, por ser funkeiro e pelas origens na favela. Borel ainda declarou estar deprimido e ameaçou tirar a própria vida.

— Eu estava feliz. Mais uma coisa que eu perdi. Eu não sei mais o que eu faço da minha vida. Esse é o racismo na cara da sociedade. É por que eu sou preto? Por que sou funkeiro? Por que vim da favela? Vocês vão tirar a minha vida. Eu estou depressivo, eu estou magoado, eu estou mal. Eu não fiz por maldade.

O artista também culpou a ex-noiva, Duda Reis, pela situação. Sem utilizar o nome da atriz, ele citou as acusações da ex-companheira contra ele —  ela tem processo aberto contra ele por estupro de vulnerável, ameaça, injúria, lesão corporal, violência doméstica e transmissão de HPV —, afirmando que "não entende" porque Duda Reis "o persegue".

— Entrei pro reality e tem uma "pessoinha" aqui fora que eu não sei por que não segue a vida dela. A pessoa ficou falando de mim não sei por quê — declarou.

Com lágrimas nos olhos, o cantor concluiu a gravação culpando a imprensa e o público por não darem atenção a notícias positivas ao seu respeito, mas apenas aquelas negativas.

— O que eu fiz? Eu dormi com a mulher. A mulher estava, sim, bêbada. Eu não fiz nada. Ela falou que não. A gente descansou, dormiu. Amei dormir com ela. E mesmo assim, eu tô aqui. Aí todas as coisas boas que eu fiz são apagadas.

Confira o vídeo completo de Nego do Borel:

Segundo a Record, a expulsão do cantor foi decidida por "uma equipe multidisciplinar", que "cuidou da análise de todo o material gravado, além de aguardar pelo despertar da Dayane e dos demais peões para juntar mais elementos, falas e depoimentos que pudessem amparar a decisão a ser tomada". 

"Além do atendimento psicológico, Dayane passou por uma entrevista completando os elementos primordiais para uma tomada de decisão justa", complementou a emissora.

A equipe de Dayane Mello se pronunciou sobre a situação em redes sociais: "Isso é inaceitável! Dayane completamente inconsciente e sem nenhuma faculdade de suas ações. Nada justifica! As devidas providências serão tomadas com imagens, vídeos, falas e ações de tudo que vimos assim que conseguirmos entrar em contato com os responsáveis. Pedimos e esperamos uma ação por parte da emissora. Isso é sério! Não se calem, não silenciem! Denunciem!"

A polícia paulista confirmou que um cantor de 29 anos "é investigado por suspeita de estupro de vulnerável contra uma mulher, de 32, dentro de um reality show, neste sábado (25), em Itapecerica da Serra (cidade em que o programa é gravado)".

Entenda o caso

Enquanto os participantes se preparavam para dormir, MC Gui comentou, ao perceber Nego do Borel na mesma cama que Dayane Mello: 

— Day, se você quiser ficar aí, você responde. Papo sério. Se ela não responder você sai, Nego.

Na sequência, outros confinados comentam sobre ela estar "completamente bêbada". Durante a madrugada, foi possível ouvir sons que indicavam um comportamento sexual na cama em que ambos estavam.

Dayane deu um depoimento sobre o ocorrido que foi ao ar durante a exibição do programa. A modelo começou dizendo que recordava de tudo o que aconteceu. Em seguida, negou se lembrar que os colegas a chamaram para sair da cama onde estava com Nego do Borel e que havia dito a ele que tinha uma filha, tentando evitar o cantor.

Ela afirmou ainda que estava consciente que os dois "dormiram abraçados" e que não fez nada do que não queria. 

— A gente não transou — afirmou. 

Porém, nas imagens do programa, é possível ouvi-la rejeitando Nego na madrugada.

— Para com isso, Nego — disse entre respirações ofegantes, beijos e gemidos. 

Dayane ainda pediu mais uma vez: 

— Para com essa boca.

A assessoria de Nego do Borel afirmou que está em contato com a equipe jurídica da RecordTV para pedir mais detalhes sobre a expulsão. "Deixamos claro que somos a favor de que a justiça seja feita e por isso pedimos para que evitem julgamentos sem provas ou baseados em pequenos recortes da internet", diz um comunicado na rede social do cantor.

 
 
 
 
 
 

Mais sobre

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros