"Visitando o Passado": relembre momentos marcantes do quadro que segue com Luciano Huck no "Domingão" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Pura emoção05/09/2021 | 12h49Atualizada em 05/09/2021 | 12h49

"Visitando o Passado": relembre momentos marcantes do quadro que segue com Luciano Huck no "Domingão"

Atração reconstrói as casas de infância dos artistas sem que eles saibam

"Visitando o Passado": relembre momentos marcantes do quadro que segue com Luciano Huck no "Domingão" Reprodução / GShow/GShow
Foto: Reprodução / GShow / GShow
GZH
GZH

É neste domingo (5) a tão aguardada estreia de Luciano Huck no comando do Domingão. Após 21 anos à frente do Caldeirão, o apresentador passa a ocupar a grade de domingo, substituindo Faustão. O novo programa será composto por quadros de sucesso das duas atrações, reunindo tudo o que o público mais gostou de assistir aos sábados e domingos das últimas duas décadas na Globo.

Um deles é o Visitando o Passado, quadro original do Caldeirão que desembarca com o apresentador Luciano Huck no novo Domingão. Em uma operação que envolve muita pesquisa, ajuda de familiares e todo o talento da equipe de arquitetos e cenógrafos, a atração reconstrói as casas de infância dos artistas. E é claro que a emoção rola solta. 

Para entrar no clima do que vem por aí, GZH relembra os melhores momentos do Visitando o Passado

Pabllo Vittar

Pabllo Vittar no Visitando o Passado<!-- NICAID(14880549) -->
Pabllo, as irmãs, Polyanna e Phamela, e a mãe Verônica no quadro "Visitando o Passado"Foto: Reprodução / GShow

A visita de Pabllo Vittar ao passado, em junho deste ano, emocionou não apenas a cantora, mas também os espectadores do Caldeirão. A produção do programa recriou a casa em que ela morou durante 10 anos com a mãe, Verônica, e as duas irmãs, Phamella e Polyanna, na cidade de Santa Izabel do Pará, no Pará. Cada detalhe da residência simples foi reproduzido no quadro, até mesmo a inusitada coleção de cobras conservadas em formol mantida pela mãe da artista na estante da sala.

Leia mais
Com retorno do "Show dos Famosos", "Domingão com Huck" estreia neste fim de semana; veja novidades
Distribuição de crachás da Globo, desafio musical e mais: como será o novo "Caldeirão" com Marcos Mion
Luciano Huck fala sobre novo programa: "O 'Domingão' quer resgatar a esperança"

— Gente, está muito igual! — falou Pabllo, chorando. 

— É a nossa história, meu amor — respondeu dona Verônica. 

E foi a mãe da artista quem causou a maior comoção no público. Ao relembrar os momentos vividos na residência, como quando as filhas Pabllo e Polyanna revelaram suas orientações sexuais, dona Verônica deu uma aula de amor, empatia e respeito às diferenças. 

— Hoje todo mundo assume o que quer ser, graças a Deus, mas o preconceito não acabou. Graças a Deus, existem pessoas como a Pabllo e muitas drags que estão aí na estrada para ajudar as pessoas a terem coragem e atitude. Existem muitas mães que não apoiam seus filhos quando pequenos e, quando eles crescem, sofrem — disse ela.

— Por mais que essa casa seja humilde e simples, nunca faltou amor. Sempre rimos e era muito divertido. Óbvio que nem tudo eram flores, mas a gente sempre se ajudou. Dou graças a Deus por ter minha mãe e minhas irmãs comigo, não sei o que seria de mim sem elas — completou Pabllo, emocionada.

Grazi Massafera

Grazi Massafera no Visitando o Passado<!-- NICAID(14880547) -->
Grazi se emocionou com cada detalhe da residência replicada no programaFoto: Reprodução / GShow

Em 2015, foi a vez de Grazi Massafera voltar para a cidade de Jacarezinho, no interior do Paraná, para revisitar a casa em que viveu até seus 20 anos. 

— Está igual! Até a rachadura no chão, que era ruim de passar cera — comentou ela, que não conteve as lágrimas ao rever cada detalhe do antigo lar.

Emocionada, a atriz também relembrou de outros perrengues vividos na residência — incluindo um buraco na parede do quarto, que a obrigava a "botar a cara no sol".

— A minha casa começou com quatro cômodos, aí meu pai fez o quinto. Um deles era o meu quarto. No início, era da minha mãe, depois eu pedi pra ser meu, e ela trocou de lugar comigo. Só que chovia muito e a casa foi cedendo e fez um buraco na parede. A minha cama era bem de frente àquele buraco. Eu mudava a cama de lugar e o sol permanecia vindo na minha cara — contou. — Era duro, mas a gente vivia feliz — resumiu.

Anitta

Anitta no Visitando o Passado<!-- NICAID(14880548) -->
Anitta reencontrou familiares e lembrou de como a avó tentava manter a família unidaFoto: Reprodução / GShow

— Chorei como nunca — disse Anitta após visitar a réplica da casa da avó, no bairro Honório Gurgel, zona norte do Rio de Janeiro, onde passou a maior parte da infância. 

Ao chegar na casa reconstruída, em julho de 2019, a cantora encontrou os pais, Miriam e Mauro, o irmão Renan, o primo João e as tias Marília e Márcia. Ela se emocionou ao relembrar que o local era o ponto de encontro da família, já que a avó, falecida, fazia questão de manter todos unidos. 

— A minha avó que sempre fazia de tudo para manter a família junta. Hoje sou eu que fico gritando que todo mundo tem que estar junto — revelou. — Eu dizia que ia cantar e ser conhecida em todos os lugares, mas ela (avó) não viu isso acontecer. O sonho dela era andar de avião, ir para a Paraíba. Ela adorava praia e, infelizmente, eu não consegui fazer no tempo de levar ela — lamentou Anitta, aos prantos.

Neymar

Neymar no Visitando o Passado<!-- NICAID(14880545) -->
Neymar e a família na casa da avó, onde dividiam um único quartoFoto: Reprodução / GShow

O jogador Neymar Jr. também teve seu momento de mexer na caixinha de memórias. Às vésperas da Copa do Mundo de 2018, disputada na Rússia, o craque da Seleção voltou para a casa da avó, em São Vicente, litoral de São Paulo, onde dividia um único quarto com os pais, Neymar e Nadine, e a irmã Rafaela.

— Este é o quarto que a gente ficava, nós quatro. A gente dividia para dormir, para ficar. Foi onde tudo começou para mim, praticamente — disse, emocionado.

Na casa, viviam também a avó, tios e primos de Neymar, totalizando quase 10 moradores. Na parte externa da residência replicada, estava estacionado o carrinho que os pais do jogador usavam para vender pastéis. 

— Aqui é onde eu ficava a tarde toda, até 10 horas da noite. Quando o pai chegava, ele ficava um pouco mais, e eu entrava pra cuidar deles (Neymar e Rafaela) — contou a mãe do atleta.

— Eu trabalhava e, quando chegava, ficava até umas três da manhã no pastel — completou o pai.

Xuxa 

Xuxa  no Visitando o Passado<!-- NICAID(14880546) -->
Xuxa se emocionou ao lembrar das dificuldades financeiras da famíliaFoto: Reprodução / GShow

No hall de momentos mais marcantes do Visitando o Passado também está a participação de Xuxa. Em fevereiro deste ano, a apresentadora foi surpreendida pela produção do Caldeirão ao deparar com a réplica do apartamento em que morou com a família dos sete aos 17 anos, em Bento Ribeiro, bairro da zona norte do Rio de Janeiro.

Xuxa não conteve as lágrimas ao fazer o tour pelo lar do passado. Emocionada, ela relembrou, ao lado da filha Sasha, as dificuldades que a família enfrentava no período em que viviam no apartamento reconstruído. 

 — Ela (mãe de Xuxa) preparava o prato de todo mundo e o que as pessoas não comiam, depois ela comia. Isso para mim era muito ruim, ver a minha mãe fazendo isso. Ela servia o meu pai primeiro, depois ela comia o que sobrava — lembrou a apresentadora. — Busquei trabalho com 12/13 anos, porque queria dar pra ela presentes, uma vida melhor, queria dar comida para ela, porque sempre gostou de pão. Tinha uma padaria na frente do nosso prédio. Ela sentia o cheiro de pão quente e falava que adorava — revelou.

Luan Santana 

Luan Santana no Visitando o Passado<!-- NICAID(14880544) -->
Luan não segurou o choro ao ver as comidas que eram preparadas pela avó, já falecidaFoto: Reprodução / GShow

Luan Santana foi aos prantos revisitando a casa da avó Ivanir, originalmente na cidade de Jaraguari, no Mato Grosso do Sul. À época do programa, exibido em 2015, a morte de dona Ivanir tinha acabado de completar 10 anos, razão pela qual o músico não conseguiu controlar a emoção. 

— Eu nunca senti isso na minha vida. Achei que ia desmaiar, sério mesmo — comentou ele. — É impressionante, está igualzinho. Senti um arrepio estranho, achei que ia desmaiar. Eu não estava esperando, nunca imaginei. Está simplesmente igualzinho!

Além de reconstruir a residência, a equipe do programa preparou pratos que costumavam ser servidos nas reuniões na casa da avó do cantor, como arroz com pequi e bolo de chocolate para a sobremesa. "Quem fez essa comida?" é a primeira coisa que Luan questiona ao entrar, com a voz embargada. A irmã do cantor, Bruna, também se emocionou ao lembrar da avó provando as iguarias. 

— Parece que ela está aqui — disse. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros