10 novelas que conquistaram o público infantil - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Dia das Crianças12/10/2021 | 12h23Atualizada em 12/10/2021 | 12h23

10 novelas que conquistaram o público infantil

Algumas tramas caíram em cheio no gosto da gurizada

10 novelas que conquistaram o público infantil TV Globo / Divulgação/Divulgação
Histórias cheias de magia e colorido encantam os pequenos Foto: TV Globo / Divulgação / Divulgação

Novelas feitas especialmente para o público infantil existem desde os primórdios da teledramaturgia brasileira, ainda na década de 1950. Mas o grande sucesso foi em 1968, com A Pequena Órfã, da extinta TV Excelsior. A abertura trazia uma menininha que logo se tornaria uma das grandes atrizes do Brasil: Gloria Pires.

Mas nem sempre as tramas têm o público infantil como objetivo. No entanto, existem elementos que, por algum motivo, atraem os pequenos para a frente da TV. Confira algumas novelas que caíram nas graças da gurizada.


"SONHO MEU"

" alt="Novela "Sonho Meu" (1993): Maria Carolina (Carolina Pavanelli) e Tio Zé (Elias Gleizer) "/>
Muita fofura com Laleska e Tio ZéFoto: Globo / Divulgação

Maria Carolina (Carolina Pavanelli) fugiu do orfanato e passou vários capítulos em busca da mãe, Cláudia (Patrícia França). Entre perigos, a garotinha encontrou abrigo na casa do generoso Tio Zé (Elias Gleizer), que deu a ela o apelido carinhoso de Laleska. 

A vila onde morava o bondoso velhinho parecia cenário de conto de fadas, um lugar ideal para a imaginação de Laleska voar. A novela de 1993 está sendo reprisada pelo canal a cabo Viva, às 12h30min.


"VAMP"

Cláudia Ohana e Fábio Assunção na novela Vamp<!-- NICAID(2672234) -->
Os dentuços viraram mania nacionalFoto: Divulgação / TV Globo/Divulgação

A natural curiosidade das crianças por histórias de terror e a pegada cômica da história de Antonio Calmon fizeram de Vamp (1991) um sucesso entre a gurizada. 

Quem viveu sabe: foi uma febre vampiresca ainda maior do que a provocada pela saga Crepúsculo. Os vampirões brasileiros estampavam álbuns de figurinhas, camisetas e cadernos na época.


"FELICIDADE"

felicidade, novela, bia e helena, tayane goulart e maitê proença<!-- NICAID(14911512) -->
Helena e Bia: muito amor entre mãe e filhaFoto: TV Globo / Reprodução

Outra novela que deve ter marcado a infância de muita gente foi Felicidade (1991). Manoel Carlos acertou em cheio ao dar protagonismo às crianças da história: Bia (Tatyane Goulart) e Alvinho (Eduardo Caldas). 

Os dilemas infantis iam desde os mais singelos, envolvendo amizades e brincadeiras, até os mais sérios, como separação dos pais e ausência de uma figura paterna.


"ERA UMA VEZ"

era uma vez, novela, crianças<!-- NICAID(14912228) -->
Essa turminha aprontou muitas confusõesFoto: TV Globo / Reprodução

Elias Gleizer (1934 – 2015) brilhou como Pepe em mais uma interpretação de vovô dos sonhos de toda criança. 

Em Era Uma Vez (1998), quatro crianças órfãs de mãe sonhavam em encontrar o par perfeito para seu pai, Álvaro (Herson Capri), filho de Pepe. Na imaginação dos pequenos, o paizão tomava a forma de um príncipe, a madrasta, Bruna (Andrea Beltrão), era uma verdadeira bruxa e muitas confusões foram formadas. 


"O BEIJO DO VAMPIRO"

O Beijo do Vampiro#PÁGINA: 1EDICAO 2FD Fonte: Divulgação Fotógrafo: Gianne Carvalho<!-- NICAID(1439867) -->
Zeca era um vampirinho muito fofoFoto: Gianne Carvalho / Divulgação

Mais de uma década depois do sucesso de Vamp, Antonio Calmon resolveu trazer de volta a temática vampiresca. 

Em O Beijo do Vampiro (2002), o diferencial era o menino Zeca (Kayky Brito), um vampirinho que era herdeiro do poderoso Bóris (Tarcísio Meira, 1935 – 2021). O humor predominava, deixando até as cenas mais sangrentas com ares de comédia rasgada.


"CORAÇÃO DE ESTUDANTE"

Ator Fábio Assunção como Pedro malta na novela Coração de Estudante (2002).#PÁGINA:01 Fonte: Divulgação<!-- NICAID(471463) -->
Edu e Lipe eram inseparáveisFoto: Divulgação / Ver Descrição

Na fictícia cidade de Nova Aliança, a juventude tomava conta, já que se tratava de um polo universitário. Mas o ponto alto foi a relação entre o professor Edu (Fábio Assunção) e o pequeno Lipe (Pedro Malta). As cenas de pai e filho davam um quentinho no coração de adultos e crianças que acompanharam a história.


"DA COR DO PECADO"

Elenco da novela da Cor do Pecado#PÁGINA:12 Fonte: tv Globo Fotógrafo: João Miguel Jr<!-- NICAID(1525191) -->
Uma família muito unida e animadaFoto: Ver Descrição / Ver Descrição

Aqui, a história principal perdeu espaço para um núcleo que fazia sucesso com a criançada. A família Sardinha, capitaneada pela "Mamushka" Edilásia (Rosi Campos), aprontava altas confusões, em clima que era uma mistura de desenhos animados com filmes de kung-fu. Inesquecíveis.


"CORDEL ENCANTADO"

açucena, bianca bin, rei augusto, carmo dalla vecchia, cordel encantado.<!-- NICAID(7419874) -->
Açucena descobriu ser uma princesa, filha do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia)Foto: Renato Rocha Miranda / TV Globo/Divulgação

A mistura mais inesperada que deu certo na telinha. Um reino encantado encontra o sertão nordestino, em uma história que mesclava príncipes, reis e princesas com cangaceiros e lendas nordestinas. Cordel Encantado (2011) fez jus ao nome e encantou telespectadores de todas as idades.


"PÉ NA JACA"

pé na jaca , novela, abertura<!-- NICAID(14911511) -->
Abertura era um show à parteFoto: TV Globo / Reprodução

A animação da abertura, com bichinhos de uma fazenda rebolando, já era um prato cheio para prender o público infantil. Na história, personagens com nomes bizarros como Último (Fúlvio Stefanini), e outros que remetiam às histórias de cavalaria, como Guinevere (Juliana Paes) e Morgana (Betty Lago) tinham um forte apelo com o público mais jovem. Na trama de 2006, comédia, lembranças da infância e muita aventura eram alguns dos ingredientes ideais para fisgar a garotada às sete da noite.


"MEU PEDACINHO DE CHÃO"

Professora Juliana (Bruna Linzmeyer)<!-- NICAID(10718037) -->
Como não amar a professorinha Juliana?Foto: Divulgação / Globo

Um mundo colorido, onde a professorinha Juliana (Bruna Linzmeyer) tinha cabelo cor de rosa, o matador de aluguel não fazia mal a uma mosca e o temível coronel se rendia aos caprichos da esposa. Meu Pedacinho de Chão (2014) foi uma das tramas mais bonitas já exibidas na TV, capaz de derreter os corações dos adultos e prender a atenção das crianças.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros