Luisa Mell pede prisão provisória do ex-marido com base na Lei Maria da Penha - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Temor 13/10/2021 | 09h12Atualizada em 13/10/2021 | 09h13

Luisa Mell pede prisão provisória do ex-marido com base na Lei Maria da Penha

Ação destaca que ativista sofre pressões psicológicas e agressões verbais do empresário Gilberto Zaborowsky

Luisa Mell pede prisão provisória do ex-marido com base na Lei Maria da Penha Instagram / Reprodução/Reprodução
Ativista Luisa Mell alega estar sofrendo ameaças por parte de seu ex-marido Foto: Instagram / Reprodução / Reprodução
GZH
GZH

A ativista da causa animal Luisa Mell entrou com um pedido de prisão provisória contra o ex-marido, o empresário Gilberto Zaborowsky, alegando sofrer ameaças e abuso psicológico. Com base na Lei Maria da Penha, a ação de emergência foi protocolada pelo advogado da apresentadora, Angelo Carbone, nesta segunda-feira (11). 

Luisa já tem uma medida protetiva contra o ex-marido, que não pode se aproximar a menos de 500 metros da ativista nem entrar em contato com ela. Porém, de acordo com Carbone, este recurso não foi suficiente e Zaborowsky continua procurando Luisa e fazendo ameaças à sua integridade física por meio de telefonemas sem identificação. 

No documento protocolado, consta a seguinte frase: “Há o temor que ele venha a agredi-la fisicamente ou até matá-la”. Ainda na ação, o advogado afirma que Zaborowsky “é dependente de drogas e com um poder incalculável financeiro, aduz que vai fazer justiça com as próprias mãos”. 

— Estamos em busca de calmaria para Luisa. Ela sofre com as pressões psicológicas e agressões verbais. Ela teme até sair de casa. O motivo é um ex-marido que extrapolou as regras e deve ser contido. Ela quer ser feliz, cuidar do filho e poder ir e vir. Para isso, invocou a Lei Maria da Penha — afirmou Carbone ao G1

 Procurado pelo portal, Zaborowsky ainda não se manifestou. No último sábado (9), Luisa Mell publicou um texto em seu Instagram, acusando o ex-marido de abusos psicológicos durante o casamento dos dois e de ameaças desde o fim do relacionamento. "Violência contra a mulher é uma cultura", escreveu ela. 

Veja o post:


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros