Mart'nália é a oitava eliminada do "The Masked Singer Brasil" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Reality Show06/10/2021 | 08h45Atualizada em 06/10/2021 | 08h46

Mart'nália é a oitava eliminada do "The Masked Singer Brasil"

Simone acertou, pela terceira vez, quem estava por trás da fantasia

Mart'nália é a oitava eliminada do "The Masked Singer Brasil" TV Globo / Twitter MaskedSingerBR / Reprodução/Twitter MaskedSingerBR / Reprodução
Cantora estava fantasiada e Jacaré, e perdeu disputa contra Unicórnio na vaga pela semifinal Foto: TV Globo / Twitter MaskedSingerBR / Reprodução / Twitter MaskedSingerBR / Reprodução
Paula Chidiac

Os finalistas da primeira edição brasileira do The Masked Singer Brasil foram definidos na noite desta terça-feira (5). Hoje, foi o Jacaré quem teve de revelar sua identidade: Mart'nália estava por trás do carismático do personagem, marcando o terceiro palpite certeiro da jurada Simone. 

— Isso aqui é tipo avenida, tô me sentindo o mestre-sala! — brincou a artista, dançando.

A revelação chocou os jurados. Logo antes da competidora tirar a máscara, Edu Sterblitch, Rodrigo Lombardi e Taís Araújo pensavam que seria Fafy Siqueira. Edu, inclusive, lembrou-se do momento em que viu a cantora no aeroporto, arrancando risadas da competidora.

— Eu estava no aeroporto quietinho e daqui a pouco me vem Mart'nália e eu falei: "oh Mart'nália " e eu olhei profundamente na pupila. Perguntei: "Tá fazendo o que?" E ela respondeu: "Trabalhando, trabalhando, trabalhando"!

Até mesmo Taís Araújo ficou envergonhada:

— Eu estou me sentindo muito humilhada. Porque assim eu sou louca pela Mart'nália . Meu aniversário de 40 anos foi um show dela! Eu sou muito ruim nesse jogo, cara!

Dinâmica da noite

Esta foi a primeira noite em que os participantes não disputaram em duplas. Desta vez, a plateia escolheu as duas melhores apresentações. Dos três competidores restantes, os jurados salvaram um, e os outros dois precisavam competir entre si. Jacaré teve de brigar diretamente com o Unicórnio, mas acabou perdendo.

A dinâmica das dicas também mudou: além do vídeo de cada um dos mascarados, o corpo de júri pode perguntar algo para eles.

Na abertura do programa, ao invés da apresentadora Ivete Sangalo cantar sozinha, Simone juntou-se à ela. As duas apresentaram Tocando em Frente, de Almir Sater, e Nuvem de Lágrimas, de Fafá de Belém.

Jacaré

O primeiro a apresentar-se foi o Jacaré, com Brisa, de Iza. Aos jurados, respondeu que já pegou ex-namorado e trocou nome de contatinho, mas nunca participou de um reality show de pegação. 

— Quem me vê trabalhando, pensa que eu não tenho vergonha de nada, que eu sou um sem-vergonha. Mas, na verdade, eu sou muito tímido. Por mim, eu ficaria de boa na lagoa, escondido. Só que na hora de namorar, eu vou direto no brejo atrás de uma "jacaroa", aliás, uma não, várias. Vivo me apaixonando, mas agora quero uma "jacaroa" diferente. Então, fica esperto comigo — afirmou.

Os jurados apostaram somente em dois nomes desta vez: Fafy Siqueira (Eduardo Sterblitch e Rodrigo Lombardi) e Maria Gadú (Simone).

Unicórnio

Outro participante que apostou em um hit brasileiro foi o Unicórnio, que cantou Girl From Rio, de Anitta. Taís perguntou se ele já dublou um personagem, e o participante respondeu positivamente.

— Eu marco bastante presença na internet, ainda bem que wi-fi pega bem aqui na terra encantada. Eu adoro fazer uma selfie. A minha carreira sempre teve muita brincadeira, mas eu não fui numa montanha-russa, entrei em uma caverna e fiquei presa lá. Essa aí foi a minha prima, a Uni — disse 

Any Gabrielly (Edu Sterblitch), Priscila Alcântara (Rodrigo Lombardi) e Manu Gavassi (Taís Araujo) foram os palpites dos jurados.

Arara

Contrastando com as músicas pop, a Arara decidiu cantar um samba de Arlindo Cruz: O Show Tem Que Continuar. Além disso afirmou aos jurados que nunca caiu na avenida sambando e que já foi citada pelo júri.

— O nome arara é usado para aves de grande porte, com cauda longa e um bico curvado resistente, como um pássaro imperial, ainda mais com esse peito dourado. Se eu cheguei até aqui, devo estar muito popular entre vocês, hein? Tô ficando cada vez mais fina. E olha que eu nem tenho pena pra isso. Brincadeira, tenho sim! Eu sou minha melhor fantasia. E hoje, vou rumo à final — afirmou ela. 

Os pitacos dos jurados foram: Juliana Alves (Edu Sterblitch e Taís Araujo) e Cris Vianna (Rodrigo Lombardi e Simone).

Monstro

Depois do samba, o rock brasileiro! Nesta noite, o Monstro soltou a voz para cantar Tempo Perdido, do Legião Urbana. Ao júri, confirmou que foi vilão em novela, participou de uma novela musical e já namorou um famoso. 

— Eu já fui um bad boy, um mocinho e até mesmo o monstro da história. Em um dos meus últimos trabalhos, eu também tive uma mamãe que me ensinou muito. Agora, eu quero pegar todas essas experiências incríveis pra arrasar na apresentação de hoje e para garantir um lugar na final do The Masked Singer Brasil — afirmou ele.

Os únicos palpites foram Chay Suede (Taís Araujo) e Thiago Martins (Simone).

Gata Espelhada

Primeira música internacional da noite, Gata Espelhada cantou um dos primeiros hits de Adele, Rolling in The Deep. Na rodada de dicas, conseguiu confundir os jurados: afirmou que nunca teve seu nome mencionado pela bancada, nem cantou em uma banda famosa.

— A arte está em tudo que eu faço, nunca tive um plano B. Sempre soube que queria ser artista. Você pode não estar acostumado a me ver cantando, mas a verdade é que eu já cantei em vários palcos, e até do lado de uma deusa mor. Adoro fazer de tudo um pouco, faz parte da minha identidade. Nessa semifinal, quero provar que eu ainda tenho muito a mostrar pra vocês — disse a Gata Espelhada.

Diante das afirmações, o júri precisou mudar todos seus palpites. Desta vez, Letícia Colin (Edu Sterblitch), Claudia Ohana (Simone), Karin Hils (Rodrigo Lombardi) e Jéssica Ellen (Taís Araujo) foram citados. 

Finalistas

O primeiro finalista escolhido pelo público foi o Monstro (28%), seguido da Arara (25%). Os outros participantes, o júri destacou a evolução da Gata Espelhada e do Jacaré. Já o Unicórnio não teria mudado muito em suas participações, apesar de serem sempre consideradas boas — com exceção da desta noite. Levando em conta a apresentação desta terça-feira e da emoção do jogo, decidiram salvar a Gata Espelhada.

Para tentar manter-se na competição, Jacaré decidiu  cantar Que Se Chama Amor, de Só Pra Contrariar. Já Unicórnio apostou em Sweet Child O' Mine, de Guns n' Roses. 

Ainda não é assinante? Assine GaúchaZH e tenha acesso ilimitado ao site, aplicativos e jornal digital. Conteúdo de qualidade na palma da sua mão.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros