Michele Vaz Pradella: "As Five" ganham merecido lugar na TV aberta - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Noveleiros16/10/2021 | 10h00Atualizada em 16/10/2021 | 10h00

Michele Vaz Pradella: "As Five" ganham merecido lugar na TV aberta

As cinco amigas que brilharam em "Malhação - Viva a Diferença" ganharam uma série própria

Michele Vaz Pradella: "As Five" ganham merecido lugar na TV aberta Estevam Avellar / TV Globo/Divulgação/TV Globo/Divulgação
Essas amigas têm muita história pra contar Foto: Estevam Avellar / TV Globo/Divulgação / TV Globo/Divulgação

Elas protagonizaram a temporada de maior repercussão de Malhação nos últimos anos. Viva a Diferença, como o nome já diz, foi uma aula de respeito e representatividade, abordando temas como racismo, gravidez na adolescência e bullying, entre outros. 

Sem menosprezar o público adolescente, com a seriedade necessária, mas sem deixar de lado a leveza e alegria da juventude, a temporada criada por Cao Hamburger foi sucesso do início ao fim, tanto na primeira exibição, em 2017, como na reprise, até janeiro deste ano. 

Merecidamente, as cinco protagonistas ganharam vida própria. Keyla (Gabriela Medvedovski), Ellen (Heslaine Vieira), Benê (Daphne Bozaski), Tina (Ana Hikari) e Lica (Manoela Aliperti) alçaram voos mais altos e têm uma série só delas: As Five. A primeira temporada, disponível no Globoplay desde 2020, chega à TV aberta no dia 26, com episódios exibidos às terças e quintas, após Verdades Secretas. Aliás, que dobradinha bombástica!

Vida adulta

Na série derivada de Malhação, o quinteto enfrenta os dilemas da vida adulta. São raras as produções que focam na fase logo após a adolescência, quando a rotina começa a cobrar responsabilidades que, muitas vezes, ainda não estamos preparados para enfrentar. Os “vinte e poucos anos” são retratados em todas as suas nuances, dores e delícias em As Five. Mas aviso: imprópria para menores de 18 anos! 

O mais interessante é que cada uma das protagonistas mantém sua essência, apesar de tantas mudanças em suas trajetórias. O que permanece firme, não sem rachaduras, é a amizade que as uniu lá naquele vagão de trem em 2017. E vêm aí, pelo menos, mais duas temporadas, que começam a ser gravadas em 2022. Justíssimo, afinal, essas gurias têm muita história para contar.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros