Pós-operatório: quando é possível retomar a vida sexual? - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo21/10/2021 | 11h53Atualizada em 21/10/2021 | 11h53

Pós-operatório: quando é possível retomar a vida sexual?

A relação sexual, por ser uma atividade de intensidade, deve ser evitada por, pelo menos, 30 dias

Pós-operatório: quando é possível retomar a vida sexual? Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lúcia Pesca

falandodesexo@diariogaucho.com.br

Há 30 dias, fui submetida à histerectomia (remoção parcial ou da total do útero) e não sinto mais dor. Já posso ter relações sexuais?

Que ótima notícia, amiga! É muito positivo não sentir desconforto 30 dias após a cirurgia. A sua vontade de retomar a vida sexual mostra que a remoção de sintomas dos problemas no útero e não ter mais o receio de engravidar aumentaram seus desejos. Porém, respeitar o tempo de cicatrização é essencial para o sucesso do procedimento.

Sempre siga as orientações pós-operatórias do seu médico. A relação sexual  precoce pode estar associada a risco de sangramento, infecção e dificuldade na cicatrização. O repouso sexual após a retirada do útero poderá ser de 30 a 60 dias. 

Converse com o seu médico sobre a liberação para as atividades rotineiras e sexuais.

Leia outras colunas

Recomendações

As recomendações pós-operatórias variam e dependem de vários fatores: do tipo de cirurgia, se houve complicações durante o procedimento e das características individuais da paciente.

A relação sexual, por ser uma atividade de intensidade, deve ser evitada por, pelo menos, 30 dias, para preservar a musculatura corporal no pós-operatório.

Como resultado do tratamento, o desaparecimento dos sintomas pode levar a mulher a ter uma melhora na função sexual. Uma vez retirado o órgão que não estava saudável, não existe mais menstruação nem possibilidade de uma gravidez indesejada, fatos que trazem mais liberdade para a mulher.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros