Relatos de violência, festa na pandemia, preconceito e mais: relembre as polêmicas envolvendo Nego do Borel - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Episódios controversos06/10/2021 | 09h09Atualizada em 06/10/2021 | 09h09

Relatos de violência, festa na pandemia, preconceito e mais: relembre as polêmicas envolvendo Nego do Borel

Nesta terça, músico foi encontrado pela polícia em um motel após ser dado como desaparecido pela família

Relatos de violência, festa na pandemia, preconceito e mais: relembre as polêmicas envolvendo Nego do Borel Globoplay / Reprodução/Reprodução
Músico prestou depoimento nesta tarde, após ser encontrado em motel Foto: Globoplay / Reprodução / Reprodução
GZH
GZH

O nome de Leno Maycon Gomes,o funkeiro Nego do Borel, virou assunto novamente esta semana após sua mãe, Roseli Viana, fazer um boletim de ocorrência para registrar o desaparecimento do músico. Segundo ela, Nego não era visto nem mantinha contato com a família desde segunda-feira (4), quando teria ligado a um de seus assessores para agradecer "por tudo", como se estivesse se despedindo. Nesta terça (5), ele foi encontrado pela polícia em um motel na zona norte do Rio de Janeiro

Conforme divulgado por diversos veículos da imprensa carioca, Nego estaria acompanhado de duas mulheres no estabelecimento. Após depoimento prestado nesta tarde à polícia, o cantor negou a presença de mais alguém no quarto de motel e afirmou que estava dormindo.

 — Estava sozinho, não estava com nenhuma mulher. Tomei muito remédio e aí dormi, dormi, eu queria dormir... Aí acordei e estava toda essa repercussão — disse ele na saída da delegacia. 

Com uma carreira marcada por episódios controversos, Nego do Borel já deu o que falar diversas vezes ao longo de sua trajetória no meio artístico. Do recente desaparecimento até denúncias de violência contra a mulher, passando pela expulsão de um reality show, relembre polêmicas envolvendo o funkeiro.  

Expulsão de reality show

Dias antes desta última polêmica, Nego do Borel foi expulso do reality show A Fazenda, da Record. A emissora optou por eliminá-lo da atração após o funkeiro ser acusado por internautas de cometer estupro de vulnerável contra a modelo Dayane Mello, também confinada. 

O episódio ocorreu na madrugada do dia 25 de setembro, após uma festa da atração. Em alguns vídeos da transmissão ao vivo do reality, que tomaram as redes sociais na ocasião, Dayane aparece deitada na mesma cama que Nego do Borel no quarto coletivo, visivelmente embriagada. A participante chega a ser questionada por colegas de confinamento sobre sua vontade de permanecer ao lado do cantor, enquanto ele é aconselhado pelos companheiros a não ficar ao lado dela, descrita como "completamente bêbada".  

— Day, se você quiser ficar aí, você responde. Papo sério. Se ela não responder você sai, Nego  — disse o participante MC Gui. 

Os dois permanecem juntos no dormitório e, durante a madrugada, é possível ouvir sons que indicariam um comportamento sexual. Em outros trechos, ouve-se momentos em que a modelo pede que o cantor pare o que estaria fazendo. 

Após a repercussão do episódio, a equipe de advogados de Dayane Mello registrou uma denúncia na Delegacia de Itapecerica da Serra (SP). Já a assessoria jurídica de Nego do Borel afirmou ser  "a favor de que a justiça seja feita" e pediu "para que evitem julgamentos sem provas ou baseados em pequenos recortes da internet". 

Fora do reality show, o cantor foi às redes sociais e afirmou estar sendo perseguido:  "Vou acabar tirando a minha vida, não estou blefando, estou falando do fundo do meu coração. Estou querendo saber o que fiz para merecer tanto ódio, estou sendo chamado de bandido. Amigos me abandonaram, não quiseram me escutar". O caso está sendo investigado pelas autoridades. 

Agressão a ex-namoradas

Em janeiro de 2021, a atriz e influenciadora digital Duda Reis, ex-noiva de Nego do Borel, registrou um boletim de ocorrência contra o cantor, detalhando agressões, abuso sexual, estupro de vulnerável, ameaça, injúria e lesão corporal. Antes de oficializar a denúncia, Duda já havia falado publicamente sobre as supostas agressões em seu perfil no Instagram, onde detalhou a relação com o músico. 

 — Eu era muito manipulada, (ele) me ameaçava. Ele dizia que ia mandar matar minha família. (...) Me sentia um rato num beco sem saída. Sempre tive medo dele, era dependente emocional dele. Ele me passava que nunca ninguém na vida ia me querer. Nenhum homem seria capaz de amar uma mulher como eu. (...) Apanhava e depois recebia amor. Passei três anos achando que amor era apanhar e depois receber um beijo — disse, em vídeos publicados nos stories à época. 

nego do borel, duda reis, namoro<!-- NICAID(13953758) -->
Nego do Borel e Duda Reis se relacionaram por cerca de três anosFoto: Reprodução / Instagram

Após as denúncias de Duda Reis, outras três ex-namoradas do cantor também relataram ter sido vítimas de violência. Entre elas, a ex-namorada e ex-assessora de Nego do Borel Swellen Sauer, que conta no livro Nasci para ser traída episódios que teriam sido vividos ao lado do músico. Um soco na costela e uma tentativa de enforcamento usando o carregador de um celular são algumas das violações descritas por Sauer, supostamente cometidas por Nego do Borel. 

As denúncias de Duda Reis e as demais ex-namoradas do cantor são investigadas pelas autoridades. O músico também chegou a prestar queixa-crime contra a ex-noiva por injúria, calúnia e difamação, mas o pedido foi negado pela Justiça

Traições 

As denúncias de Duda Reis contra Nego do Borel ocorreram após o vazamento de um áudio detalhando uma suposta traição do cantor quando os dois ainda estavam juntos. Na gravação, a youtuber Lisa Barcelos afirma ter se relacionado com Nego enquanto ele era noivo de Duda. Após a repercussão na internet, a youtuber confirmou o caso. 

Em suas redes sociais, Duda Reis comentou sobre a traição e disse ter recebido relatos de outras mulheres que teriam se relacionado com Nego do Borel enquanto eles estavam juntos. Além disso, a influencer disse ter sido informada de que o cantor fazia comentários negativos sobre seu corpo, chamando-a de "anoréxica".

— Estou recebendo tanta coisa que era real. Tanta mulher, tantos prints dessas pessoas que se envolveram com ele. Falando do meu corpo, que eu era anoréxica. Estou muito magoada. Como me sujeitei a tanta coisa? Como que alguém pode fazer isso com uma pessoa, de coração? Isso não entra na minha cabeça — disse Duda em vídeos no Instagram.

À época, Nego do Borel confirmou as traições à ex-noiva, mas negou as acusações de agressão e demais crimes. "Sim, houve traição, que foi um erro do qual não me orgulho. Me arrependo muito e não trouxe em público antes para não expor terceiros. Mas além disso, tem saído muitas mentiras a meu respeito", escreveu ele nas redes sociais.  

Apreensões 

Durante buscas realizadas pela Polícia Civil, como parte da investigação das denúncias feitas por Duda Reis, as autoridades encontraram cerca de R$ 473 mil na residência do cantor no bairro Recreio, na zona oeste do Rio de Janeiro. O dinheiro estaria em notas de R$ 100 e R$ 50, amarradas por elásticos e divididas em vários maços. A quantia foi apreendida pela polícia até que a origem fosse declarada pelo músico. 

Além disso, as autoridades realizaram apreensão do passaporte de Nego do Borel e da réplica de um fuzil, que supostamente seria usado pelo cantor para a prática de airsoft.

Festa na pandemia

Em julho deste ano, Nego do Borel foi alvo de críticas por promover uma festa em celebração ao seu aniversário de 28 anos em meio à pandemia de covid-19. O evento teria contado com a presença de nomes como Anitta e Eri Johnson.

Com a repercussão negativa, o cantor confirmou a realização da festa, mas afirmou que a comemoração teria ocorrido apenas entre familiares e alguns amigos próximos, seguindo os protocolos sanitários. Ele justificou a realização do evento lembrando que, além de ser seu aniversário, havia se acidentado de motocicleta pouco tempo antes. 

— Na semana do meu aniversário eu sofri um acidente. Na verdade, eu nasci de novo, papai do céu me abençoou e me livrou quando eu caí de moto. E, na mesma semana, eu estava fazendo aniversário. E, como minha família queria me ver, eu fiz uma comemoraçãozinha aqui na minha casa, que não foi, tipo, gente pra caramba, aglomeração — disse ele nas redes. 

Vídeo comendo dinheiro

Também em meio à pandemia, um vídeo em que o cantor aparece comendo notas de dólar  viralizou nas redes sociais. O momento teria sido gravado durante uma festa em Miami, nos Estados Unidos. 

O episódio não pegou bem entre os internautas, que consideraram a atitude desrespeitosa ao momento de crise sanitária e econômica vivido mundialmente por conta da covid-19. "Isso é crime, não é esbanjar. É falta de respeito com tudo e todos, ainda mais na situação que mundo vem enfrentando", criticou um usuário do Twitter, à época.  "Que revoltante. Como alguém pode achar isso engraçado?", questionou outro. 

Homofobia

Em 2018, o clipe de uma música do funkeiro foi repudiado por movimentos LGBT+ na internet. No vídeo da canção Me Solta, Nego do Borel aparece caracterizado com roupas femininas, imitando trejeitos considerados "afeminados", e beija um homem. 

nego do borel, beijo, clipe<!-- NICAID(13640858) -->
Músico foi acusado de ridicularizar população LGBT+Foto: Instagram / Reprodução

O músico foi acusado de reforçar estereótipos que perpetuam o preconceito contra gays e transsexuais, além de ridicularizar esta comunidade. "Não me sinto representado numa imagem distorcida de gay caricato. Entretenimento para hétero achar graça, me poupe", escreveu um internauta na ocasião. "Nesse clipe ele só fez o que a maioria dos homofóbicos adora fazer com os gays: chacota", criticou outro. 

Transfobia

No ano seguinte, Nego do Borel voltou a protagonizar um episódio considerado preconceituoso pela comunidade LGBT+. Desta vez, o cantor teve uma atitude tida como transfóbica com a influencer transsexual Luísa Marilac.

Comentário polêmico de Nego do Borel para Luisa Marilac<!-- NICAID(14907144) -->
Troca de mensagens ocorreu em comentários do InstagramFoto: Reprodução / Instagram

Luísa comentou em uma foto postada pelo cantor nas redes sociais com a frase: "Cada dia que passa você está mais gato, homem". Ela foi respondida por Nego do Borel, que disse:  "Você é um homem gato também, parabéns, deve estar cheio de gatas". Por Luísa Marilac identificar-se como mulher, o comentário do músico foi considerado desrespeitoso por internautas e pela própria influencer.

— Fiquei sem chão. Sem saber o que falar. Sabe quando você sente aquele frio horroroso no estômago, que você sente uma coisa na garganta, que não se expressar, não consegue chorar? Passei o dia assim. É uma pessoa que tenho consideração, que eu gosto, e ele ter me respondido daquela forma tão transfóbica me fez mal. Estou acostumada com isso porque passo isso na rua o dia todo — disse Luísa em um vídeo postado em seu canal no YouTube.

Após a repercussão negativa, o funkeiro desculpou-se com a influencer em texto nas redes sociais: "Às vezes eu machuco as pessoas sem querer. Luísa, quero te pedir desculpa do fundo do meu coração, me perdoa pelo que aconteceu, pelo meu comentário".  

Na internet, usuários associaram o episódio ao polêmico clipe lançado anteriormente por Nego do Borel. "Na hora de se vestir de mulher e beijar homem para ganhar dinheiro tava bom, né?", escreveu um internauta no Twitter.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros