Yasmin Brunet nega vídeo íntimo após polêmica com a sogra: "Tentativa lamentável de atacar minha honra" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Treta familiar18/10/2021 | 10h20Atualizada em 18/10/2021 | 10h22

Yasmin Brunet nega vídeo íntimo após polêmica com a sogra: "Tentativa lamentável de atacar minha honra"

Modelo é casada com o surfista Gabriel Medina

Yasmin Brunet nega vídeo íntimo após polêmica com a sogra: "Tentativa lamentável de atacar minha honra" @yasminbrunet Instagram / Reprodução/Reprodução
Foto: @yasminbrunet Instagram / Reprodução / Reprodução

Não é de hoje que as brigas entre a família do surfista Gabriel Medina ganham repercussão nas redes sociais. No episódio mais recente, mensagens que teriam sido trocadas entre o atleta e a mãe, Simone, foram publicadas pelo portal Metrópoles. Na suposta conversa entre mãe e filho, a empresária ataca Yasmin Brunet, esposa de Medina, mencionando um vídeo íntimo da modelo.

"Sua esposa e a mãe dela são muito decentes: filme pornô, aborto, relacionamento homossexual. Quem é que são vocês? Podres", teria escrito a empresária em um dos trechos divulgados.

Nesta quinta-feira (14), Yasmin se pronunciou sobre as acusações em seu perfil do Instagram. Com um longo texto, negou a existência do tal vídeo, mas reforçou que, mesmo se fosse verdade, seria "lamentável querer diminuir uma mulher por exercer a sua sexualidade".

"Em respeito aos meus fãs e do Gabriel, quero me manifestar sobre algumas notícias que saíram essa semana. Uma delas diz que existiria um vídeo íntimo meu em posse de uma familiar do meu marido. Essa informação não procede. Não existe tal material. E nunca existiu. No entanto, preciso ressaltar que, mesmo que existisse, é lamentável querer diminuir uma mulher por exercer a sua sexualidade. Lutamos para sermos livres para fazer o que quisermos, para ocupar lugares que nos foram negados por anos e mais anos... Para sermos donas de nossos corpos e desejos", começou ela.

Na sequência, Yasmin disse que não se envergonharia de ter um relacionamento com outra mulher e criticou outra vez as falas atribuídas à sogra.

"Não teria nada do que me envergonhar e nenhuma mulher também teria. Não compactuo com o machismo. Assim como a minha vida também não tem espaço para homofobia. Uma outra mentira criada para me atacar seria sobre um suposto relacionamento homoafetivo. Como se viver um amor fosse algo que me ofenderia... e me entristece esse tipo de atitude nos dias de hoje. Eu prezo pelo respeito às mulheres e por todos aqueles que vivem seus amores", afirmou.

Por fim, desabafou que ela e o marido estão cansados da "espetacularização" de suas vidas.

"Só estou vindo a público porque o Gabriel e eu estamos cansados dessa espetacularização da nossa vida. E para acabar também com essas especulações e criações, que são uma
tentativa lastimável de tentar atacar a minha honra. Com ou sem vídeo, com ou sem um
relacionamento homoafetivo, eu, todas as mulheres e todos os LGBTQIA+ merecemos respeito", concluiu.

A ex-modelo e empresária Luiza Brunet, mãe de Yasmin, comentou no post:

"Assim se responde com responsabilidade e respeito". 

Confira a publicação:


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros