Inspirado no rock do início dos anos 2000, Vitor Kley lança nova música - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Música10/11/2021 | 11h37Atualizada em 10/11/2021 | 11h37

Inspirado no rock do início dos anos 2000, Vitor Kley lança nova música

Faixa O Amor Machuca Demais marca nova fase do cantor, conhecido por hits no estilo pop e reggae

Inspirado no rock do início dos anos 2000, Vitor Kley lança nova música Divulgação / Sony Music/Sony Music
Clipe será lançado na noite desta quarta-feira Foto: Divulgação / Sony Music / Sony Music

Quem conhece o som de Vitor Kley, um dos mais destacados nomes da nova geração da música nacional, pode estranhar, à primeira vista, se ficar sabendo que ele está lançando uma canção que se chama O Amor Machuca Demais, não é? Pois é esta pegada que o gaúcho, 27 anos, que bombou no país com o hit, apresenta sua nova faixa, que será lançada na noite desta quarta-feira, nas plataformas digitais e com clipe. A faixa, conforme ele explica, em entrevista por videoconferência, de São Paulo, onde mora atualmente, é uma homenagem ao rock do começo dos anos 2000, movimento no qual se ele se diz muito influenciado.

- O Rio Grande do Sul sempre teve uma cena rock muito forte e eu era muito fã de todos, principalmente, do Reação em Cadeia, que "quebrava" tudo, na época que eu morava em Novo Hamburgo (Vitor nasceu em Porto Alegre, foi criado em Novo Hamburgo e saiu do Rio Grande do Sul em 2006). Então, essa influência é algo que tenho guardado em mim - explica Vitor.

Novos temas

Segundo o gaúcho, o lançamento de O Amor Machuca Demais marca, também, o lançamento de uma nova fase de sua carreira. Não que ele deixará de compor temas leves e de astral positivo, como ele faz questão de ressaltar:

- Com esse tempo todo de pandemia, eu comecei a escrever sobre temas que não escrevia antes. Claro, dá um contraste, se tu pensar no Vitor de outras músicas. Mas, todo mundo já se ferrou por amor, né? Então, a ideia era falar de umas paradas que eu nunca tinha falado antes. Meu irmão (Bruno, que também é empresário de Vitor) estava passando por uma situação difícil e acabou gerando inspiração para isso - explica.

O clipe, que tem uma cultura "retrô", foi filmado dentro de uma sala de aula e compara professores a estrelas do rock. Reúne nomes que influenciaram Vitor de alguma maneira, como como Di Ferrero (NX Zero), Daniel Weksler (NX Zero), Lucas Silveira (Fresno) e MariMoon, além da banda Hotelo, Carol Biazin, Gabriel Elias, Elana Dara, Day Links, Gabriel Gonti e Flav.

Em 2022, o gaúcho deve lançar um novo disco, que mesclará canções da nova fase com alguns temas no estilo dos que o consagrou.

- Gosto de me desafiar, acho que ficar sempre igual não é muito bom. Esse álbum será uma mescla do que acho legal - afirma.

Preocupação

Músico de estrada, que corta o país em shows, Vitor não conseguiu não comentar o trágico falecimento de Marília Mendonça, na sexta-feira passada, após um acidente de avião:

- Me deu um desespero, eu não consigo acreditar ainda. Fica a reflexão, de se cuidar ainda mais na estrada, pensar bem no que temos que fazer, se temos que fazer. Às vezes, tem que dar uma segurada. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros