Israel e Rodolffo são acusados de fazer apologia ao estupro em nova música; cantor reage - Entretenimento

Versão mobile

 
 

"Dar uma namorada"22/11/2021 | 14h47Atualizada em 22/11/2021 | 14h47

Israel e Rodolffo são acusados de fazer apologia ao estupro em nova música; cantor reage

Ex-BBB respondeu publicação nas redes sociais dizendo que a canção é "unissex"

Israel e Rodolffo são acusados de fazer apologia ao estupro em nova música; cantor reage Flaney Gonzalles / Divulgação/Divulgação
Dupla Israel e Rodolffo foi acusada de apologia ao estupro na música "Dar uma Namorada" Foto: Flaney Gonzalles / Divulgação / Divulgação
GZH
GZH

Lançada na última sexta (19), a música Dar uma Namorada, da dupla sertaneja Israel e Rodolffo, está sofrendo acusações de apologia ao estupro. Em um vídeo publicado nas redes sociais, a psicanalista feminista Manuela Xavier chamou atenção para a letra, que diz: Cê não vai me iludir de graça / Me atiçou, vai ter que dar uma namorada.

 — Essa música escrita hoje, em 2021, com uma mentalidade de 1920, diz que se a mulher for estuprada, a culpa é dela. Porque ela atiçou, ela provocou. Qualquer semelhança com "qual era a roupa que ela usava?", "mas ela tava pedindo", "mas ela tava fazendo doce" não é mera coincidência — diz Manuela no vídeo.

Seguida por mais de 330 mil pessoas no Instagram, a psicanalista costuma publicar análises comportamentais em sua página, muitas vezes sobre casos envolvendo celebridades. Na postagem, ela também cobrou posicionamento da Som Livre, gravadora da dupla. 

Rodolffo respondeu ao post. Em um comentário, ele disse que acha que a psicanalista está "exagerando". 

"A gente faz música para homem e para mulher, uma mulher pode cantar para um homem essa letra, ela é unissex. É uma música alegre, descontraída, para as pessoas se divertirem cantando", começou o cantor e ex-BBB. "Sou totalmente a favor da causa, estou com você. Agora vir criticar o meu trabalho induzindo as pessoas a pensarem que é uma música machista, não. Foi feita para a mulher cantar também", concluiu.

Manuela rebateu o comentário de Rodolffo dizendo que ele está equivocado duplamente. "Eu sou uma mulher. Eu sei o que é cultura do estupro. Não será você, um homem, a me dizer o que é ou não machista. Até porque isso seria muito machista, concorda?"


Dar Uma Namorada é de autoria de quatro compositores: Ciro Netto, Matheus Cott, Renato Campero e Thales Gui. Procurado pelo Uol, Cott disse que a letra foi tirada de contexto. "Falamos de dois solteiros que ficam, um ilude o outro, e assim o 'vai ter que dar uma namorada' é no sentido do relacionamento", comentou.

Também ao Uol, Manuela disse estar sendo muito atacada nas redes sociais. "Reconheço que a música não cita violência explícita, mas quando fala ali 'vai ter que', é quando a violência acontece. Para mim está muito claro que 'dar uma namorada' tem cunho sexual e demonstra como os homens são violentos com as suas promessas, e como o problema deles sempre recai para o sexo", argumentou.

Ao longo do final de semana, a música gerou debates nas redes sociais. Muitos usuários concordaram com a psicanalista e criticaram a canção, enquanto outros afirmaram que a frase em questão foi tirada de contexto e demonstraram apoio aos cantores.

No domingo (21), Rodolffo publicou um vídeo comemorando o sucesso de Dar uma Namorada. “Quando o povo escolhe não tem o que discutir", diz o post.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros