Seis meses após morte de MC Kevin, polícia vai pedir arquivamento do inquérito - Entretenimento

Versão mobile

 
 

"Queda acidental"16/11/2021 | 15h25Atualizada em 16/11/2021 | 15h25

Seis meses após morte de MC Kevin, polícia vai pedir arquivamento do inquérito

Conforme o delegado à frente do caso, não há indício de que tenha ocorrido um crime

Seis meses após morte de MC Kevin, polícia vai pedir arquivamento do inquérito Kevin Nascimento Bueno / Instagram,Reprodução/Instagram,Reprodução
MC Kevin morreu aos 23 anos, após cair da varanda de um hotel no Rio de Janeiro Foto: Kevin Nascimento Bueno / Instagram,Reprodução / Instagram,Reprodução
GZH
GZH

Cerca de seis meses após a morte do funkeiro MC Kevin, a Polícia Civil vai pedir o arquivamento do caso por falta de indícios de crime. As informações são do jornal Extra.

Conforme informado pelo delegado Leandro Gontijo, responsável pela apuração da morte do artista, as investigações conduzidas pela polícia confirmaram o que o laudo da perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) havia apontado: que o funkeiro sofreu uma queda acidental, sem indícios de brigas ou ações violentas. Por esta razão, o caso deve ser arquivado.

MC Kevin morreu na noite de 16 de maio, aos 23 anos, após cair da varanda da suíte 502 de um hotel na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Após a queda, uma ambulância foi chamada ao hotel e o artista foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos.

O laudo de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) mostrou que o corpo do cantor sofreu 13 fraturas, sendo elas no nariz, no maxilar, na mandíbula e nas costelas, além de ter hemorragia na cabeça, perfuração no pulmão e rompimento do fígado. A causa da morte foi descrita como "traumatismo crânio encefálico".

No quarto do hotel, com o artista, estavam o também cantor Victor Elias Fontenelle, conhecido como MC VK, e a modelo Bianca Domingues.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros