Taís Araujo e Lázaro Ramos posam nus para revista: "Amor, parceria e coragem" - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Casados há 17 anos16/11/2021 | 15h27Atualizada em 16/11/2021 | 15h29

Taís Araujo e Lázaro Ramos posam nus para revista: "Amor, parceria e coragem"

Em entrevista, casal ainda falou sobre como manter o "sexo vivo" depois de tantos anos de relação

Taís Araujo e Lázaro Ramos posam nus para revista: "Amor, parceria e coragem" @taisdeverdade Instagram / Reprodução/Reprodução
Foto: @taisdeverdade Instagram / Reprodução / Reprodução

Casados há 17 anos, os atores Lázaro Ramos e Taís Araújo decidiram posar nus pela lente da fotógrafa Karine Basílio (que também foi a responsável pelo ensaio nu de Camila Pitanga) para a capa da revista Ela, do jornal O Globo, deste domingo (14). Em entrevista à publicação, o casal contou que a ideia partiu de Taís. 

— Não queria cair no lugar de casalzinho perfeito. Falei: "Vamos fazer os dois nus!". Estamos casados há 17 anos, já fizemos tanta coisa... Senão, parece que não namoramos mais, que só cumprimos o que as pessoas esperam. Apesar de sermos uma família padrãozinho, com mulher, homem, filha e filho, não acreditamos que seja o único modelo existente. Então, foi um jeito de dizer: "Quer saber? Vamos tentar romper essa porra!"  —  relatou ela na conversa.

 — Já fiquei nu em cena muitas vezes. Ter um personagem facilita. No dia das fotos estava um clima tão legal, que foi uma experiência boa — acrescentou Lázaro. — Essas fotos dão um sinal de renovação. No nosso casamento tem uma coisa bonita de ter uma água no amar.

Os dois compartilharam algumas das imagens do ensaio em suas redes sociais. 

"Eu sei o que vocês pensaram: quem tem, joga! Mas não é só sobre isso. É sobre confiança, intimidade e uma perspectiva diferente do nu convencional. Por isso eu me envolvi pessoalmente na ideação visual desta matéria pensando nas várias formas de comunicar amor, parceria e coragem, mas ainda faltava um elemento: o olhar", explicou Taís em publicação no Instagram.

"Então chamamos a Karine Basílio para fazer as fotos. Detalhe que fez toda a diferença, pois é preciso muita sensibilidade para construir uma narrativa mais leve e equilibrada da nudez em casal, evitando aquele clichê do 'homem dominante' e a mulher sexualizada, entendem Era preciso desautomatizar! E o resultado? Imagens que falam de amor, parceria e coragem. Estou muito feliz e satisfeita", concluiu. 


Começo do relacionamento

O casal, que foi citado entre as personalidades negras mais influentes do ano, também contou sobre o início da relação.

— Em algum momento, não tínhamos tanta conexão artística. Nem sabíamos tirar foto juntos. Mas, uma hora, deu o clique. A Taís tem algumas características como atriz pelas quais fico admirado, está sempre disponível. Quando tem cena brava, fica brava em casa. Quando tem cena amorosa, fica toda carinhosa — brincou Lázaro.  

Taís interrompeu a fala do marido:

— Já falei para você parar de falar isso, porque parece que não tenho personalidade e levo a personagem para casa. E eu não sou assim. Que maluquice! 

Mas Lázaro a contrariou em tom de ironia:

— Não leva para casa, mas fica influenciada sim, senhora — completou.

Taís ironizou que ainda bem que acham que ela tem cara de boazinha e só a chamam para fazer papel de heroína:

— Quando fizer uma vilã, você vai ver. 

Taís ainda revelou uma dificuldade para posar nua por conta de sua novela de estreia na antiga TV Manchete, quando uma cena em que ela aparece sem roupas aos 18 anos vazou para a imprensa.

— Já tive muito problema com o nu, por causa do meu histórico de Xica da Silva. Hoje em dia, venci isso. Nosso corpo é só o corpo, gente. Acho uma besteira essa coisa de as pessoas erotizarem muito o corpo nu — completou a atriz.

Sexo vivo em 17 anos e monogamia

 Ainda na entrevista, os artistas também falaram sobre como manter o sexo vivo depois de tantos anos de relacionamento. 

— É igual com o casamento em si. Tem fases que são maravilhosas, e outras não. Quando não está tão legal, você vai trabalhar para mudar. Mas, num casamento de 17 anos, tem coisas que são importantes para além do sexo — opinou Taís.

— Tem muita surpresa. De repente, dá um desejo gigante do nada, e você fala: "Eita" — contou Lázaro.

Em relação à monogamia, o casal diz admirar quem possui um relacionamento afetivo que não segue esse formato, apesar de não praticarem.

— Não sei viver de outra maneira, mas admiro quem tem essa liberdade de viver outras relações. Para mim, é evolução espiritual, e não sou evoluída espiritualmente nesse sentido. Não tenho a menor condição de ter um casamento aberto — afirmou Taís. 

Lázaro completou dizendo que cada relação faz do seu jeito e que isso não é uma crítica aos casais que preferem adotar esse formato. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros