"The Voice Brasil": saiba como foi a última noite da fase de Audições às Cegas - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Soltando a voz!05/11/2021 | 08h48Atualizada em 05/11/2021 | 08h49

"The Voice Brasil": saiba como foi a última noite da fase de Audições às Cegas

 Novas vozes foram selecionadas pelos jurados nesta quinta-feira; Andre Marques assume comando do programa na próxima fase 

"The Voice Brasil": saiba como foi a última noite da fase de Audições às Cegas TV Globo / Reprodução/Reprodução
Krishna Pennutt cantou "Girassol" no The Voice Brasil Foto: TV Globo / Reprodução / Reprodução

Na última noite de Audições às Cegas da 10ª temporada de The Voice Brasil, que foi ao ar nesta quinta-feira (4), novas vozes foram selecionadas pelos jurados, que fecharam seus times para a segunda fase do programa, o Tira-Teima.

Desta vez, são cinco técnicos selecionando os cantores: Iza, Claudia Leitte, Carlinhos Brown e Lulu Santos precisam escolher as pessoas que querem para seu time. Enquanto isso, Michel Teló, assíduo vencedor do programa, pode montar seu time com os participantes que não são selecionados pelos demais.  

O prêmio é um contrato com a Universal Music, um gerenciamento de carreira e R$500 mil.  Na próxima fase, Andre Marques assume o comando do programa no lugar de Tiago Leifert, que alegou razões pessoais para se afastar das gravações. 

Confira como foi a última noite de Audições às Cegas do programa:

A primeira apresentação foi por conta de Eduardo Vidal, de Assis, do interior de São Paulo. Aos 26 anos, ele cantou Superstition, de Stevie Wonder, fazendo com que todos os jurados virassem suas cadeiras.

— A sua voz é doce, mas ao mesmo tempo intensa — elogiou Iza, que foi escolhida por ele.

De Tracunhaém, Pernambuco, Belle Brito, 27 anos, apostou em Indestrutível, canção que ficou eternizada na voz de Pabllo Vittar. Sua apresentação despertou o interesse de Lulu, Iza e Claudia Leitte. A pernambucana escolheu integrar o time de Claudia.  

Em seguida, Serena, 26 anos, cantou o clássico Back To Black. De Ilhabela, em São Paulo, ela encantou os quatro técnicos, mas optou por ficar com Carlinhos Brown.

— O mais bonito de tudo é a sua entrega à melodia — disse o jurado.

Dona Preta, 26 anos, de Itumbiara, Goiás, cantou A Boba Fui Eu, da cantora Ludmilla. Lulu, Iza e Claudia viraram, levando a participante às lágrimas.

— Parabéns pelo seu dom, parabéns pela sua persistência, você nasceu para o palco e vai ser uma honra ter você no meu time — afirmou Iza, antes de ser escolhida por Dona Preta.

Aos 20 anos, Bia Trindade tentava pela quarta vez uma vaga no The Voice Brasil. De Cuiabá, Mato Grosso, ela optou por cantar Put Your Records On. Lulu virou primeiro, seguido por Iza. A cantora, no entanto, foi bloqueada pelo técnico. A jogada de Lulu foi inclusive elogiada pelo apresentador do programa, Tiago Leifert.

De Iporá, no interior de Goiás, a compositora e violinista Érica Ribeiro, 28, cantou Sampa, de Caetano Veloso. Nenhum dos quatro jurados virou, mas, ao sair do palco, a participante foi abordada por Michel Teló.

— Eu queria saber se você topa estar no meu time e na próxima cantada tocar com seu violão? — perguntou o cantor, recebendo uma resposta positiva.

Quando Fui Chuva foi a música escolhida por Adriana, 22 anos. A apresentação da participante, natural de Salvador, na Bahia, fez com que somente Claudia Leitte virasse sua cadeira.  

Na sequência, foi a vez da participante mais jovem da noite. Aos 18 anos, Leticia Coutinho, também de Salvador, na Bahia, cantou O Bêbado e A Equilibrista, música famosa na voz de Elis Regina. Carlinhos Brown e Lulu viraram.  

— Que coisa linda o seu cantar, que beleza de apresentação você fez — disse Brown, que foi escolhido pela participante.

Krishna Pennutt, 28 anos, de Manaus, Amazonas escolheu Girassol, hit de Whindersson Nunes e Priscilla Alcantara. Sua apresentação virou todas as cadeiras e arrancou elogios de todos os jurados.   Krishna optou por ficar no time de Iza, com quem disse ter sonhado antes do programa.

— Eu só queria te dizer que você tem uma das vozes mais bonitas que já passaram por esse palco. Você é uma potência! — afirmou Iza, após ser escolhida.

Aos 28 anos, Matheus Torres, de Extrema, Minas Gerais, afirmou que daria o melhor de si. Subiu ao palco cantando Heaven, mas não conseguiu virar nenhuma cadeira. No entanto, recebeu conselho de Lulu, que disse achar que faltou "um pouco de músculo".

A compositora Carol Fincatti, 25 anos, de São Paulo (SP), apostou em Moon River. Sua apresentação fez com que Lulu e Iza virassem. Ela acabou escolhendo o jurado, que foi o primeiro a demonstrar interesse.

De Cruzeiro do Sul, no Acre, Gustavo Matias, 22 anos, impressionou os técnicos ao cantar em italiano. A música escolhida pelo jovem, que começou a cantar no coral da igreja, foi Nessum Dorma. Claudia Leitte e Brown apertaram o botão.

— Essa, para mim, é a voz mais esperada desta temporada, acho que eu nunca bati esse botão com tanta força e gratidão pelo seu empenho, porque quem faz isso é disciplinado e estudou muito. Qual o nome do seu professor? — perguntou Brown.

— Eu não tive professor — respondeu Gustavo, chocando os jurados.

O jovem escolheu Brown, completando o time do artista. De família de músicos, Isabella Carvalho, 25 anos, do Rio de Janeiro, cantou Blues da Piedade. As duas técnicas do programa viraram suas cadeiras.

— Você é leve cantando e é uma interpretação muito forte. O que você escolheu para cantar é emblemático — ressaltou Claudia Leitte.

Apesar do elogio, Isabella escolheu sua xará, Iza. Lucas Martins, 24 anos, de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro subiu ao palco em seguida. Ele cantou Final Feliz, mas não conseguiu uma vaga no programa. Carlinhos Brown, entretanto, elogiou a apresentação, afirmando que o participante tinha "um grande talento".

Aos 32 anos, Anna Clara apostou no country. Natural de Mogi Guaçu, em São Paulo, ela cantou I'm Gonna Getcha Good!. Após a apresentação, disse que sempre gostou de música e que tem preferência pelo country, sertanejo e pop. Lulu e Claudia Leitte demonstraram interesse na participante.

— Foi muito correta sua apresentação. Você fez tudo que você planejou, tudo que estava na sua cabeça, todo mundo gostou à beça — disse Lulu.

— Eu gostei um pouquinho mais — rebateu Claudia. — Você estava muito preparada, você se divertiu cantando. A sua respiração é impecável, a emissão das notas é muito clara. Você definiu seu estilo musical e você estava aqui para dizer que esse lugar é seu — completou a cantora, que foi escolhida por Anna Clara.

Bárbara Nery, 28 anos, de Franca, São Paulo escolheu apostar em Amarelo, Azul e Branco. Aos jurados, ela contou que canta desde os três anos, pois seu pai é regente de corais. Apenas Lulu apertou o botão e não poupou elogios:

— Você tem a tal da voz de cristal, soa límpida, precisa, faz tudo que a gente precisa para embarcar na canção. Eu estou imensamente feliz de poder contar com o seu talento no meu time. Por favor, você está no The Voice Brasil!

Além dos participantes que tiverem as suas apresentações completas televisionadas, outras três vozes garantiram vaga no Time Iza e três foram para o Time Claudia. As apresentações podem ser vistas pelo site

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros