Cantor sertanejo Maurílio tem piora por causa de infecção no pulmão, diz médico - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Internado em estado grave29/12/2021 | 08h33Atualizada em 29/12/2021 | 08h34

Cantor sertanejo Maurílio tem piora por causa de infecção no pulmão, diz médico

Conforme profissional que acompanha o artista, ele foi diagnosticado com choque séptico e teve reforço na medicação

Cantor sertanejo Maurílio tem piora por causa de infecção no pulmão, diz médico Reprodução / Instagram @mauriliolem/Instagram @mauriliolem
Maurílio está internado há quase 15 dias após ter tromboembolia pulmonar Foto: Reprodução / Instagram @mauriliolem / Instagram @mauriliolem
GZH
GZH

O cantor sertanejo Maurílio, da dupla com Luiza, teve uma piora em seu estado de saúde em decorrência de uma infecção no pulmão. A informação foi revelada na tarde desta terça-feira (28) pelo médico que o acompanha, Wandervan Azevedo, ao portal g1.

Segundo Azevedo, Maurílio, 28 anos, foi diagnosticado com choque séptico e teve reforço na medicação. Ele também segue sedado e respirando com ajuda de aparelhos.

"Ele deu uma piorada hoje. Foram trocados antibióticos e voltado com drogas vasoativas. Choque séptico. Piorou o quadro pulmonar", relatou o médico. Um novo boletim do hospital em que o sertanejo está internado deve ser emitido no início da noite.

No final de semana, Maurílio já havia apresentado problemas pulmonares. Ele teve um broncoespasmo e, por isso, os antibióticos que recebe foram trocados. 

Além disso, o cantor passaria por uma traqueostomia na segunda-feira (27), mas o procedimento foi adiado. Em entrevista ao Uol Splash, Azevedo explicou que a decisão foi tomada em decorrência de uma instabilidade hemodinâmica, ou seja, um quadro de pressão arterial anormal ou instável. 

Maurílio está internado desde a madrugada de 15 de dezembro, quando passou mal após participar da gravação de um DVD da dupla Zé Felipe e Miguel. Naquele dia, ele teve três paradas cardíacas e recebeu o diagnóstico de tromboembolia pulmonar no Hospital Jardim América, em Goiânia.

A equipe médica disse que ele teve uma lesão renal e passou a fazer hemodiálise. A sedação foi retirada na sexta-feira (17). No sábado (18), o hospital informou que o quadro clínico seguia melhorando e que ele começaria a ser alimentado por sonda. No dia seguinte, ele passou a respirar espontaneamente. 

Já no dia 20, Maurílio foi transferido para o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG) "onde continuará seu tratamento com cobertura pelo plano de saúde". Dois dias depois, o cantor voltou a ser sedado após um inchaço no cérebro ser detectado.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros