Como manter uma relação a distância - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo05/12/2021 | 15h27Atualizada em 05/12/2021 | 15h27

Como manter uma relação a distância

Com a expansão da tecnologia e chegada da pandemia, o sexo virtual é algo cada vez mais comum

Como manter uma relação a distância Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Lucia Pesca e Andrea Alves

O meu marido ficou desempregado durante a pandemia. Porém, logo conseguiu um trabalho remoto. Só que, agora, ele precisa trabalhar presencialmente, e a empresa fica em São Paulo. Ele foi, eu fiquei. Por enquanto, vai ter que ser assim. Mas quero manter o sexo presente nas nossas vidas. Vocês acham que a gente consegue transar a distância?

Amiga leitora, é claro que sim! Em momentos assim, muitos casais recorrem a certas estratégias para manter a proximidade. Uma delas é praticar a troca de mensagens picantes pelo celular ou fazer sexo via chamadas de vídeo. 

Com a expansão da tecnologia e chegada da pandemia, o sexo virtual é algo cada vez mais comum na vida de alguns. A partir do envio de fotos picantes – "nudes" – ou mensagens provocantes, é possível conciliar a distância e manter a relação viva. E isso funciona bem, porque, com essa troca de mensagens eróticas, cria-se uma expectativa e os envolvidos costumam ficar mais animados para matar a saudade em um encontro com o parceiro. 

Leia outras colunas

Cuidados

Porém, lembre-se de que esta prática exige cuidados. Para garantir a segurança, não mostre em "nudes" qualquer aspecto que deixe clara a sua identidade. Neste caso, é importante não mostrar o rosto e possíveis tatuagens. Além disso, também é interessante buscar aplicativos que permitem, por exemplo, proteger arquivos com senhas ou apagar o histórico de mensagens trocadas. 

Outra questão extremamente importante é a confiança entre os envolvidos. Evite o "sexting" (troca de mensagens eróticas) com pessoas desconhecidas. Para casais que não gostam da ideia de tirar fotos, uma opção é conversar por telefone, garantindo menos riscos e até uma maior intimidade.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros