Terapia sexual: o que é e como funciona - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo12/12/2021 | 18h02Atualizada em 12/12/2021 | 18h02

Terapia sexual: o que é e como funciona

A saúde sexual é fundamental para uma boa relação

Terapia sexual: o que é e como funciona Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

Sou cinquentão e, segundo a minha namorada, estou com uma disfunção sexual. Fico muito ansioso e não consigo ter ereção. Aí, vem o nervosismo. A minha parceira disse que seria bom a gente fazer terapia sexual. Ela sempre lê a coluna de vocês. Porém, não sei como é essa terapia, se há coisas práticas envolvidas. Tenho um pouco de vergonha disso.

A saúde sexual é uma parte essencial do bem-estar físico e emocional. Se você está tendo um problema sexual, a última coisa que, provavelmente, vai querer é falar sobre isso. 

Se a vergonha o está impedindo de buscar ajuda, saiba disso: 43% das mulheres e 31% dos homens relatam algum grau de disfunção sexual. A terapia é projetada para chegar ao fundo das questões sexuais e revertê-las. Pode ajudar em uma variedade de problemas físicos e emocionais que interferem na satisfação sexual, como disfunção erétil , baixa libido, histórico de abuso e outros. E pode ajudar você e sua parceira a resolverem essas questões em um ambiente de apoio e educação. Ao contrário do que alguns acreditam, não há algo estranho ou pervertido acontecendo atrás da porta do consultório de um terapeuta sexual. 

Leia outras colunas

O tratamento

Na verdade, a terapia sexual não é muito diferente de outras formas de tratamento psicológico. É um tipo de psicoterapia que também leva em consideração possíveis problemas físicos. Quando um casal chega com um problema sexual, tentamos descobrir como os dois pode estar contribuindo para o dilema. Examinamos o comportamento, interpretamos isso para eles e ajudamos a construir soluções. 

O terapeuta auxilia a trabalhar com as questões emocionais que podem estar contribuindo para os problemas sexuais, como a disfunção erétil. Se a ansiedade é um entrave, a terapia normalmente começa com o aprendizado sobre a ansiedade pelo desempenho e, a seguir, ensina o casal a estabelecer linhas de comunicação abertas para discutir os desejos e necessidades sexuais. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros