Compulsão sexual: sintomas, causas e tratamento - Entretenimento

Versão mobile

 
 

Falando de Sexo19/01/2022 | 15h28Atualizada em 19/01/2022 | 15h28

Compulsão sexual: sintomas, causas e tratamento

A  busca por excitação é tão incessante que chega a prejudicar a vida íntima e social

Compulsão sexual: sintomas, causas e tratamento Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução
Andrea Alves e Lucia Pesca

O meu namorado deseja fazer sexo toda hora. Se eu não quero, ele precisa se masturbar para se acalmar. Não estou dando conta. Como  posso ajudá-lo?

Amiga leitora, o desejo sexual frequente (várias vezes ao dia) passa a ser considerado sofrimento e apresenta sintomas quando perturba o relacionamento e as atividades profissionais e rotineiras de uma pessoa.

Quem tem compulsão sexual não consegue resistir aos pensamentos e desejos exagerados sobre sexo. Trata-se de um transtorno psiquiátrico caracterizado por atos impulsivos e obsessivos envolvendo a prática sexual, que precisa ser saciada imediatamente, não importando onde, como e com quem. A busca por excitação é tão incessante que chega a prejudicar a vida íntima e social, deixando de ser uma fonte de prazer e tornando-se um problema, um verdadeiro vício!

Leia outras colunas

Ajuda especializada

A compulsão sexual envolve sensações obsessivas relacionadas ao sexo. Essa condição pode estar relacionada a transtornos de ansiedade, como o transtorno obsessivo compulsivo (TOC). É necessário fazer uma avaliação com um profissional especializado. Ele vai analisar o quanto a compulsão tem atrapalhado a vida do seu namorado, o histórico de comportamento e as possibilidades para amenizar o problema. 

Ele deve procurar um psicólogo e, caso seja necessário, o profissional poderá encaminhá-lo ao psiquiatra.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros